"Separações" disputa festival de Mar del Plata

O cinema brasileiro ganha destaque na Argentina. O Festival de Cinema de Mar del Plata, cidade argentina à beira-mar que todo ano atrai as atenções do mundo do cinema, abre nesta quinta-feira sua 18.ª edição exibindo o filme Cidade de Deus, de Fernando Meirelles. Entre os 16 filmes que concorrem ao troféu "Condor de Ouro" está o brasileiro Separações, nono longa-metragem de Domingos de Oliveira, o filme é uma comédia romântica sobre um casal que resolve dar um tempo na relação. No júri, estará a cineasta Suzana Amaral e entre os homenageados, Nelson Pereira dos Santos, como um dos cineastas mais importantes da história do cinema brasileiro. E mais: quatro documentários de Walter Salles serão exibidos em uma das mostras paralelas do festival.O festival terá "um perfil mais latino-americano", ressalta Jorge Coscia, o presidente do Instituto Nacional de Cinema e Artes Audiovisuais (INCAA).Apesar da profunda crise econômica sofrida pela Argentina, os organizadores decidiram realizar o evento que contará com presenças importantes, como a do cineasta espanhol Carlos Saura, da atriz inglesa Emily Watson, da diretora mexicana Lourdes Portillo e do diretor espanhol Sergi López, entre outras personalidades. Para Coscia, o festival de Mar del Plata, desde que foi relançado em 1996 (o evento foi suspenso durante a ditadura militar), é uma vitrine para as produções cinematográficas dos cinco continentes que não encontram espaço nos grandes festivais".O júri será presidido pelo diretor espanhol Ventura Pons, de Manjar de Amor e O Grande Gato, e será composto pela diretora indiana Deepa Mehta, o francês Pascal Bonitzer, o argentino Carlos Sorín e a brasileira Suzana Amaral.O festival será dividido em várias mostras, contemplando os filmes fora de concurso chamada "Ponto de Vista" e que exibirá 18 filmes de diversos países, Já a mostra "Perto do Escuro" reunirá thrillers de terror ou ficção, entre eles o chileno SangreEterna, de Jorge Olguín. Haverá ainda a mostra "A Mulher e o Cinema" e "Janela Documental", com produções como o documentário peruano Choropampa, de Ernesto Cabellos e a produção alemã-chilena Volver a Vernos, de Paula Rodríguez. Haverá ainda a mostra "América Latina XXI", com exibição de 14 filmes da região, incluindo os quatro documentários de Walter Salles."O objetivo do festival é justamente projetar um cinema rico em conteúdo proveniente de cada parte do mundo e em particular da América Latina", disse Coscia. Confira a lista dos filmes que concorrem ao Condor de Ouro: "Wanne & Junah", de Yong-Gyun Kim (Coréia do Sul) "Separações", de Domingos de Oliveira (Brasil) "El Fondo del Mar", de Damián Szifrón (Argentina) "Bug", de Phil Hay e Matt Manfredi (Estados Unidos) "The Barbecue People", de David Ofek e Joseph Madmony (Israel) "Volverás", de Antonio Chavarrías (Espanha) "Valentín", de Alejandro Agresti (Holanda-Argentina) "The Nature of Nicholas", de Jeff Erbach (Canadá) "Low Heights", de Ebrahim Hatamikia (Irã) "Facing The Truth", de Nils Malmros (Dinamarca) "Past Perfect", de Daniel McIvor (Canadá) "Le Loup de la Cote Ouest", de Hugo Santiago (França, Portugal, Argentina) "Blue Corner", de Matti Ijs (Finlândia) "All The Real Girls", de David G. Green (Estados Unidos) "Über´Nacht", de Horst Krassa (Alemanha) "Amarte duele", de Fernando Sariñana (México)

Agencia Estado,

05 de março de 2003 | 19h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.