Sean Penn denuncia boicote por fazer oposição à guerra

O ator Sean Penn entrou com uma ação contra o produtor Steve Bing em que afirma ter sido excluído de um filme por ter tornado pública sua oposição à guerra no Iraque.Penn, que recentemente esteve em Bagdá visitando crianças em hospitais, conta que estava escalado para rodar Why Men Shouldn´t Marry. Depois de suas declarações contra um eventual ataque ao governo de Saddam Hussein, Penn acabou perdendo o papel, decisão que teria sido tomada por Bing.O produtor resolveu contra-atacar na mesma moeda e entrou com uma ação contra Penn por danos morais, no valor de US$ 15 milhões, em que diz que o ator está apenas tentando ser ressarcido em US$ 10 milhões por um filme que nem sequer saiu do papel. Bing é ex-namorado de Elizabeth Hurley, com quem teve um filho cuja paternidade só assumiu após exames de DNA.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2003 | 14h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.