Sean Connery desiste de processar produtora

Sean Connery desistiu do processo que moveu contra a produtora Mandalay Entertainment pelo cancelamento do projeto de filmar End Game, filme que seria estrelado pelo ator. O ex-James Bond pedia US$ 17 milhões da produtora e seu principal diretor, Peter Guber. A empresa contra-atacou o processo de Connery com outra ação judicial. Na quarta-feira, as duas partes anunciaram que chegaram a um acordo amigável. Connery alegava que já investira dinheiro e tempo no projeto, antes de ser cancelado pela produtora, e por isso exigia indenização. Agora, ele e sua parceria em produção de filmes, Rhonda Tollefson, estão livres para produzir End Game. Eles afirmaram que já estão à procura de financiadores para a produção. O filme, que ainda não saiu da fase de roteiro, trará Sean Connery como agente da CIA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.