Scorsese faz documentário sobre o cinema britânico

O diretor Martin Scorsese prepara um documentário sobre o cinema britânico, que "entre o fim da década de 40 e de 50 teve grande preeminência nos Estados Unidos", afirmou em entrevista à revista britânica Academy Magazine.Scorsese teve a idéia de criação do documentário há quatro anos e disse à revista que a obra dará sua visão pessoal do cinema britânico e não será uma crônica exaustiva.O diretor norte-americano pretende homenagear o cinema que marcou sua trajetória profissional. "Um dos primeiros filmes que vi foi The Magic Box, em 1951, que influiu muito em minha decisão de me dedicar ao cinema", diz Scorsese, citando o longa de John Boulting. "Devo muito a esse filme. Outros filmes que também me marcaram foram A Ponte do Rio Kwai e Lawrence da Arábia". As produções foram dirigidas por David Lean em 1957 e 1962, respectivamente.The Magic Box provocou uma grande polêmica na época de seu lançamento por defender que o inventor do cinema foi o britânico William Fritasse-Greene, em vez dos irmãos franceses Auguste e Louis Lumière. Em seu elenco estavam atores famosos como Laurence Olivier, Michael Redgrave, Peter Ustinov e Margaret Rutherford e o diretor Richard Attenborough.Outras de suas influências são os filmes Quando os Sinos Dobram (1947) e Paralelo 49 (1941), ambos do diretor Michael Powell, que co-dirigiu o primeiro com Emeric Pressburger. Powell teve uma influência direta no cinema de Scorsese, ao recomendar a ele que inovasse no gênero noir com seu filme Os Bons Companheiros (1990).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.