Scarlett Johansson lidera parada irreverente em Harvard

Desafiando o frio arrepiante, Scarlett Johansson liderou uma parada de estudantes, incluindo rapazes vestidos de mulheres, para receber o prêmio irreverente de teatro Hasty Puddings Theatricals, concedido pela Universidade de Harvard, na quinta-feira, 15. "Tudo com o que eu sonhei quando era garotinha está acontecendo comigo agora", brincou a atriz, quando dois membros da trupe teatral, vestidos com extravagância, a beijaram enquanto ela descia a Avenida Avenue num automóvel Bentley. A companhia de teatro nomeou Johansson, que já atuou em Encontros e Desencontros, de Sofia Coppola, e Match Point, dirigido por Woody Allen, recebeu o prêmio "Mulher do Ano" por "suas realizações duradouras e impressionantes no mundo do entretenimento." O ator Ben Stiller, nomeado "Homem do Ano" pela trupe teatral, será homenageado na próxima semana. Comemorações Os dois premiados recebem um caldeirão dourado para pudim, numa tradição que data de 1795, quando 21 estudantes de Harvard fizeram um juramento: qual cada novo membro de seu clube, em ordem alfabética, providenciaria "um caldeirão de pudim ´hasty pudding"´ em cada encontro do grupo. Enquanto centenas de estudantes da Universidade Harvard e residentes locais saíram às ruas para assistir ao espetáculo anual e ver a bela atriz de 22 anos, alguns dos 12 membros da trupe que estavam na parada admitiram que seus figurinos exíguos não condiziam com o frio gelado. Eu me arrependi um pouco de usar esse salto alto", disse Brian Polk, de 19 anos, de San Diego, que usava vestido longo, peruca e sapatos de salto. "Não consigo dançar com esses sapatos, muito menos andar sobre o gelo." Scarlett: bom humor Scarlett Johansson disse aos jornalistas que admira os atores por levaram o show adiante. "Eu não sairia de calcinha e sutiã num dia como este, nem morta", disse ela. "Eles estão realmente sofrendo em nome da arte." A atriz, que não cursou faculdade, observou que sua mãe ainda insiste que ela deve estudar mais. "Isto daqui é o mais perto que eu jamais chegarei de obter um diploma de Harvard", disse ela, segurando seu caldeirão de pudim. O ritual anual do grupo de teatro amador, o mais antigo dos Estados Unidos, há 56 anos vem homenageando astros e estrelas como Richard Gere, Julia Roberts, Katharine Hepburn, Robert DeNiro, Dustin Hoffman, Richard Dreyfuss e Alan Alda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.