Salma Hayek ganha apoio da MGM para filmes latinos

A atriz e produtora mexicana Salma Hayek e a Metro-Goldwyn-Mayer Inc. anunciaram que fecharam um acordo para formar uma empresa de cinema especializada em filmes latinos voltados a um grande público.A empresa, Ventanazul, fará parte da MGM e será uma parceria entre o estúdio de cinema e televisão de Hollywood e Salma Hayek, indicada ao Oscar por seu filme Frida e produtora do programa de TV de sucesso Ugly Betty (Betty, a Feia, na versão em português). Os detalhes financeiros do acordo não foram anunciados.A Ventanazul pretende produzir ou adquirir filmes independentes e espera distribuir dois a quatro filmes por ano baseados em temas latinos, que tenham atores ou atrizes latinos e que atraiam um público mais amplo."Queremos que esses filmes agradem a todos, mas também queremos deixar o público latino orgulhoso", disse Salma.A título de exemplo, ela apontou para Frida, filme sobre a artista mexicana Frida Kahlo que teve performance modesta na bilheteria americana de filmes de arte, e para Ugly Betty, que conta a história da jovem Betty Suarez, um "peixe fora d´água" que trabalha numa revista de moda.Salma será presidente e executiva-chefe da Ventanazul, e seu sócio produtor, José Tamez, será presidente de produção.O acordo é realizado após a parceria amplamente comentada do ano passado formada entre a MGM, o ator Tom Cruise e sua sócia produtora, Paula Wagner, para restabelecer a produtora United Artists.A MGM é controlada pelas empresas de financiamento privado Providence Equity Partners e Texas Pacific Group. A Sony Corp. da América e a companhia de TV a cabo Comcast Corp. detêm participações grandes, assim como a DLJ Merchant Banking Partners e o Quadrangle Group.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.