SAIBA MAIS-Conheça curiosidades da cerimônia do Oscar

A Academia de Artes e CiênciasCinematográficas dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feiraos indicados para a 80a edição do Oscar. O Oscar, prêmio mais cobiçado da indústria do cinema, seráentregue em 24 de fevereiro no Kodak Theatre, um shoppingcenter de Hollywood. Jon Steward será mestre de cerimônia, mas a greve dosroteiristas de Hollywood provocou incertezas sobre o formato dafesta. Veja a seguir fatos importantes sobre o Oscar: -- O violento thriller "Onde os Fracos Não Têm Vez" e osinistro drama "Sangue Negro" lideram a disputa com oitoindicações cada, incluindo melhor filme e diretor. Ambos foram produzidos pela Paramount Vantage, da ViacomInc., e pela Miramax Films, da Walt Disney Co. -- O romance de época britânico "Desejo e Reparação" e otrilher de tribunal "Conduta de Risco" concorrem em setecategorias. Os longas foram indicados para melhor filme, aolado da comédia "Juno". -- Os estrangeiros indicados aos prêmios incluem osbritânicos Daniel Day-Lewis por "Sangue Negro", Tom Wilkinson eTilda Swinton por "Conduta de Risco" e Julie Christie por"Longe Dela". Também foram o espanhol Javier Bardem por "Onde os FracosNão Têm Vez", a australiana Cate Blanchett por "Elizabeth: AEra de Ouro" e "I'm Not There", a francesa Marion Cotillard por"Piaf -- Um hino ao Amor", e a canadense Ellen Page por "Juno". -- Serão premiadas 25 categorias. O diretor de arte RobertBoyle, 98 anos, receberá um Oscar honorário em reconhecimento auma carreira, que inclui trabalhos em filmes como "IntrigaInternacional" e "Um Violonista no Telhado". -- A estatueta do Oscar entregue a cada um dos vencedores éfeita de estanho folhado a ouro. Ela tem 34 cm de altura e pesa3,9 kg. A origem do apelido "Oscar" é incerta, segundo o siteda academia. -- Mais de 6 mil membros da academia participarão davotação secreta para escolher os ganhadores do Oscar. Ascédulas de votação serão enviadas aos eleitores pelo correio em30 de janeiro e devem ser devolvidas até 19 de fevereiro. (Por Dean Goodman)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.