Sai em livro a história de "Abril Despedaçado"

Tudo começou em conversas dojornalista e crítico de cinema Pedro Butcher com o diretorWalter Salles e o diretor e roteirista Sérgio Machado (queco-assina o roteiro de Abril Despedaçado). Butcher é vizinhode Machado. Mora no mesmo prédio que ele. Ouviu muitas históriassobre o set de Central do Brasil. Histórias que se perderam,de incidentes de filmagem e personagens que Waltinho teve deabandonar na edição definitiva do filme. Butcher viajava nessashistórias todas quando viu uma foto de Walter Carvalho, quebuscava locações para Abril Despedaçado. Carvalho seria, naverdade foi, o diretor de fotografia do filme. Butcher ficouimpressionado com a imagem da igrejinha, numa cidade pequena. Surgiu daí, dessa dupla combinação de fatores, o seudesejo de fazer um livro sobre o processo de filmagem de AbrilDespedaçado. Um livro contando a gênese do filme, desde ocomecinho até a estréia. Butcher cooptou a amiga Anna LuizaMüller, vizinha no mesmo prédio. Anna Luiza é assessora deimprensa da Lumière. Correu mundo com Central do Brasil.Ambos conseguiram apoio da empresa produtora Videofilmes.Receberam o que ela define como apoio logístico: AVideofilmes abriu o set, pagou hospedagem e passagens de avião.Foram seis viagens, três de cada um, ao sertão da Bahia, ondeAbril Despedaçado foi rodado. Apesar do apoio da produtora,Anna Luiza e Butcher não fizeram o livro oficial de AbrilDespedaçado. Dispuseram de liberdade para fazer uma espécie dedocumento, misto de reportagem, making of e jornalismoinvestigativo. Butcher admite que sua relação com o cinema muda depoisdesse filme. Antes, ele já havia visitado sets de filmagem, massó por um dia ou dois, na maioria das vezes apenas por algumashoras. Aqui, acompanhou todo o processo criativo, desde omomento em que Salles, no turbilhão das viagens para promoverCentral do Abril, leu o livro de Ismail Kadaré e achou quepodia transportar a ação da Albânia para o Nordeste. Foi umaexperiência transformadora, define Butcher. Anna Luizaconcorda. Ele acrescenta que hoje compara o ato de fazer umfilme - aventura apaixonada, grandiosa, louca - à construção dascatedrais, na Idade Média, um trabalho ao mesmo tempo artísticoe artesanal. Com texto de Butcher e fotos de Anna Luiza, o livro queserá lançado nesta terça-feira, em São Paulo, inclui o roteiro e é umdocumento definitivo sobre um dos mais belos filmes do cinemabrasileiro. Abril Despedaçado estréia na quarta-feira.Prepare-se para uma grande (e rara) emoção. Compre o livro, ahistória do filme, para tornar essa emoção perene. Bastará abriro livro, com suas fotos belíssimas e o texto rico. O filmevoltará inteiro para você.Serviço - Abril Despedaçado - História de um Filme e Roteiro.Texto de Pedro Butcher, fotos de Anna Luiza Müller, roteiro deWalter Salles, Sérgio Machado e Karim Aïnouz. Companhia dasLetras. R$ 48. Terça-feira, no Espaço Unibanco, a partir das19h30

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.