Sacha Baron Cohen diz que não será Borat novamente

Ator britânico afirma que o excêntrico repórter do Cazaquistão perdeu o potencial com a popularidade

Agências internacionais,

07 de dezembro de 2021 | 12h50

Sacha Baron Cohen, o ator britânico que interpretou Borat nos cinemas, revelou ao jornal britânico Daily Telegraph que descarta voltar a interpretar o excêntrico repórter fictício da Televisão do Cazaquistão e Ali G, o rapper "bad boy" que deseja ser jornalista. Ele acredita que os personagens perderam o potencial após a imensa popularidade.   "Quando eu era Ali G e Borat, interpretava alguma vezes cerca de 14 horas por dia e acabei amando os dois, por isso admitir que nunca mais os viverei é um pouco triste", disse Baron Cohen durante entrevista ao jornal britânico.   "É como se despedir de alguém querido. É dificil, e o problema com o sucesso, embora ele seja fantástico, é que cada nova pessoa que vê o filme sobre o Borat torna-se um a menos para eu conquistar novamente, então é um tipo de autodestruição".   Baron Cohen disse ainda que gostou muito de viver o repórter durante a promoção mundial do filme. No falso documentário, Cohen é um jornalista da televisão cazaque que viaja aos EUA para conhecer "o segredo do sucesso" e "o sonho americano". Além disso, percorre o país de costa a costa em busca de sua grande paixão, a atriz e modelo Pamela Anderson.   O governo do Casaquistão sentiu-se ofendido com as cenas filmadas na Romênia, nas quais uma mistura de polonês e hebreu faz as vezes da língua nacional. Ao perceber a intenção - a ridicularização dos EUA como potência número um do mundo - , aderiu ao espírito de brincadeira iconoclasta e Sacha/Borat virou um ícone no país. Sacha Baron Cohen ganhou ainda o Globo de Ouro de melhor ator de comédia.

Tudo o que sabemos sobre:
BoratSacha Baron Cohen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.