Reprodução
Reprodução

Sacha Baron Cohen 'não precisou' desrespeitar a Fifa em novo filme: 'Eles fizeram isso sozinhos'

Em novo filme, comediante inglês tentará salvar a final da Copa do Mundo de Futebol; a estreia está prevista para março de 2016, nos Estados Unidos

Pedro Antunes, O Estado de S. Paulo

22 de junho de 2015 | 19h43

Cancún - Ainda pouco se sabe de Grimsby, novo filme do comediante inglês Sacha Baron Cohen. Durante uma convenção realizada pelo estúdio Sony Pictures, contudo, o ator teve a oportunidade contar mais sobre o protagonista desta nova comédia de humor bastante drástico - gênero do qual ele é especialista. 

"Meu personagem é um hooligan que tenta impedir que a final da Copa do Mundo de Futebol seja destruída por uma organização criminosa internacional... Não (estamos falando da) a Fifa", disse ele, para delírio dos presentes. 

A brincadeira veio quente. Em maio, sete dirigentes da entidade que comanda o futebol mundial foram presos na Suíça. Eles estavam ali para a eleição do novo presidente. O caso de corrupção parece tão profundo que o atual presidente, Joseph Blatter, pode deixar o cargo depois de 17 anos. 

Em Cancún, Baron Cohen mostrou apenas algumas imagens de Grimsby, com seu visual diretamente inspirado em Noel Gallagher, um dos encrequeiros irmãos do Oasis, como já pode ser visto em imagens clicadas do set de filmagem. 

O filme dirigido por Louis Leterrier, de Truque de Mestre e O Incrível Hulk, já deixou insatisfeitos os moradores da cidade da qual ele empresta o nome - pelo jeitão grosseiro de Baron Cohen imitar os estereótipos locais -, e agora o comediante endereçou seu poder de fogo diretamente na maior entidade futebolística. Tudo com aquela alta dose de humor.

"A propósito, a Fifa não nos deixou usar o logo deles, alegando que eles não queriam que nós desrespeitássemos a organização. Isso eles já tinham garantido", completou o ator, para mais uma série de gargalhadas. 

Grimsby ainda não tem estreia prevista no Brasil. Nos Estados Unidos, o longa deve estrear em março de 2016. 

Assista aos trailers de alguns dos filmes de Baron Cohen: 

Borat (2006)

Brüno (2009)

O Ditador (2012)

*O repórter viajou a convite da Sony Pictures


Mais conteúdo sobre:
sacha baron cohencinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.