Rumos Itáu divulga lista de projetos premiados

Saiu a lista com os vencedores do concurso Rumos Itaú Cultural - Apoio à Produção Audiovisual, que destinou R$ 700 mil para documentários em diversas fases de produção e planejamento. Foram selecionadas 15 propostas oriundas de sete Estados. Para chegar ao resultado final, a comissão julgadora, formada pelos cineastas Bruno Vianna (diretor do curta-metragem Geraldo Voador, RJ) e Francisco Cesar Filho (do documentário Rota ABC, SP), e pelos programadores Paulo Biscaia (Cinemateca de Curitiba), Alexandre Veras (Espaço Alpendre, Fortaleza) e Roberto Moreira Cruz (Itaú Cultural Belo Horizonte), avaliou 540 projetos de 18 Estados.São Paulo e Rio respondem por dois terços dos premiados. O que se explica com facilidade: o maior volume de inscrições veio dos dois Estados. Também foram contemplados projetos do Ceará, de Brasília, Minas Gerais, Pernambuco e do Paraná. Aos projetos em produção foram destinados R$ 100 mil; aos que estão em fase de desenvolvimento, R$ 15 mil, e aos de jovens realizadores - até 25 anos de idade - uma "ajuda de custo" de R$ 8 mil.Se há alguma unidade temática, ela está numa tendência. A maior parte dos projetos selecionados trata de grupos de pessoas que vivem sob a mesma atividade ou um mesmo rótulo de exclusão. É o caso de O Prisioneiro da Grade de Ferro, documentário do diretor e montador Paulo Sacramento sobre a Casa de Detenção, em São Paulo. Ou de Linhas de Organdi, de Glauber Filho, sobre um grupo de rendeiras da cidade cearense de Aracati. Ou ainda Outras Amazonas, de Marina Weis, sobre as mulheres da comunidade indígena dos Waiãpis, no Acre.Lista completa - Os selecionados para produção foram: Brasil 500 Séculos? (Marcos Jorge, PR), Me Erra! (Paola Barreto & Márcia Derraik, RJ), Na Garupa de Deus (Rogério Corrêa, SP), Nasceu o Bebê Diabo em São Paulo (Renata Druck, SP), O Prisioneiro da Grade de Ferro (Paulo Sacramento, SP) e 33 (Kiko Goifman, SP). Modalidade Desenvolvimento de Projeto: Eu Vou de Volta (Camilo Santos Cavalcante, PE), Jardelina da Silva e Sua Assinatura do Mundo (Cristiane Mesquita, SP), Linha de Organdi (Glauber Filho, CE) e Tão Longe, Tão Perto (Inês Cardoso, SP). Os escolhidos na categoria Jovens Realizadores: E Agora, José? (Maya Da-Rin, RJ), Encomenda ao Ganso (Pablo Lobato, MG), Outras Amazonas (Marina Weis, SP), Roda de Bamba (Ilana Feldman & Guilherme Coelho, RJ) e Tranca Abre (Paula de Siqueira Lopes & Ricardo Calaça, DF).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.