Rubens Ewald Filho lança guia de DVD

O crítico de cinema Rubens Ewald Filho, do Jornal da Tarde, lança hoje o mais trabalhoso dos seus guias: o DVD News - Guia de Filmes (NBO Editora, 500 págs., R$ 14,90). Trabalhoso porque boa parte das fichas técnicas dos DVDs, segundo ele, contém informações erradas, o que o obrigou a uma minuciosa checagem em cada um dos 1.650 títulos reunidos no novo guia."Os distribuidores não especificam o conteúdo. É impressionante a quantidade de equívocos", diz Ewald Filho. Apesar das dificuldades, o crítico comemora o sucesso do DVD depois de quatro anos dos primeiros lançamentos no mercado brasileiro. "Foi um presente para quem ama cinema, por causa dos making-of e extras." Do guia apenas ficaram de fora os musicais estrangeiros e os eróticos com cenas de sexo explícito.Ewald Filho aponta algumas mudanças entre o consumidor de vídeos e o de DVDs. Enquanto os primeiros recorrem às locadoras, os segundos optam pela compra. "A qualidade das fitas de vídeo no Brasil era péssima, a durabilidade pequena e as imagens muito ruins. Com o DVD é diferente. O consumidor brasileiro leva para casa o mesmo produto vendido nos Estados Unidos, com a vantagem de ser mais barato."Outra mudança ocorre com relação aos lançamentos. Há dois anos, a maior parte era de blockbusters. Mas, principalmente neste ano, vários clássicos, como Cleópatra, Sindicato dos Ladrões e A Malvada (não disponível em vídeo) chegaram como iguarias finas para o público."Os filmes de arte perdem muito no vídeo. Por isso acredito que vão aumentar os lançamentos desse tipo de filme em DVD, que trouxe para dentro de casa as qualidades de imagem e som do cinema." A grande ausência no mercado brasileiro de DVDs são títulos de filmes infantis, com exceção de alguns poucos lançados pela Disney.Lançamento do DVD News - Guia de Filmes, de Rubens Ewald Filho, hoje, às 19h, na loja Morumbi da Blockbuster (Av. Giovanni Gronchi, 5.137.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.