Roterdã premia Alemanha, Japão e Uruguai

Alemanha, Japão e Uruguai foram os grandes vencedores do Festival Internacional de Cinema de Roterdã. O alemão The Days Between, de Maria Speth, o japonês Bad Company, de Furumaya Tomoyuki, e o uruguaio 25 Watts, de Juan Pablo Rebella e Pablo Stoll, receberam o prêmio máximo, o Tiger Award, neste fim de semana.Bad Company é um retrato de uma escola submetida a rígidos códigos de disciplina. Com base neles, um professor decide classificar os alunos de acordo com um "índice de humanidade": "escória" versus "gente". Três adolescentes lidando com o tédio é o tema do divertido 25 Watts. Com humor, o filme conta as aventuras de Leche, Javi and Seba pelas ruas de Montevidéu. Já The Days Between, estréia na direção de Maria Speth, conta a história de uma jovem mulher berlinense que não quer abrir mão de nenhum de seus dois namorados.Entre longas e curtas, 12 filmes brasileiros participaram desta 30ª edição da mostra holandesa, que bateu seu público recorde, 345 mil, contra 320 mil na última edição. Dos longas, destaque para Domésticas, o Filme, de Fernando Meirelles e Nando Olival, que foi muito bem recebido pela platéia de Roterdã.

Agencia Estado,

05 de fevereiro de 2001 | 12h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.