Roteiristas de Hollywood continuam negociando

Os produtores de Hollywood afastaram, ao menos em parte, a ameaça de greve entre os roteiristas e disseram hoje que continuarão negociando um novo contrato para a categoria. O acordo vigente com os roteiristas terminou à meia-noite de hoje em Los Angeles (5 horas, horário de Brasília). Caso não haja um acordo com os sete grandes estúdios e as cinco maiores emissoras americanas, os profissionais que criam os diálogos de filmes e séries de TV desligarão seus computadores e laptops por tempo indefinido. A greve, entretanto, não é iminente. Uma paralisação da categoria só pode começar após o sindicato conseguir a autorização de seus integrantes, o que levaria um certo tempo.O motivo mais forte das discussões entre sindicatos e os grandes estúdios de Hollywood é o aumento do pagamento dos residuais para atores e roteiristas. Residual é o termo usado na indústria do show biz para os pagamentos que escritores e atores ganham por subseqüentes exibições de seus trabalhos após a estréia oficial de um filme ou série de TV, ou seja, quando ele é lançado em vídeo, DVD ou volta aos cinemas cinco, dez anos depois do lançamento original.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.