Regis Duvignau/Reuters
Regis Duvignau/Reuters

Roman Polanski será o novo presidente da premiação do César, o Oscar do cinema francês

O nome do cineasta franco-polonês foi anunciado nesta quarta-feira, 18. A cerimônia de entrega dos troféus será no dia 24 de fevereiro, em Paris

AP, O Estado de S.Paulo

18 Janeiro 2017 | 11h07

A Academia Francesa de Cinema anunciou nesta quarta, 18, o cineasta Roman Polanski, 83, como o novo presidente da premiação do César deste ano, equivalente ao Oscar. Ele abrirá e fechará a cerimônia de premiação, que será realizada no dia 24 de fevereiro, em Paris.

Polanski, que vive hoje na França, ganhou oito Césares ao longo da carreira, incluindo dois de melhor diretor, por O Escritor Fantasma, em 2011 e A Pele de Vênus, em 2014.

O presidente da Academia dos Césares, Alain Terzian, disse que Polanski é “um insaciável diretor ao reinventar a maneira de fazer cinema ao longo de sua carreira”.

Polanski é procurado pela Justiça dos Estados Unidos por envolvimento no caso de abuso sexual de uma menor de idade. Ele já ganhou um Oscar de melhor diretor em 2003, pelo filme O Pianista.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.