AP Photo/Kirsty Wigglesworth
AP Photo/Kirsty Wigglesworth

'Roma', de Alfonso Cuarón, leva o Leão de Ouro do Festival de Veneza

Diretor mexicano sucede o conterrâneo Guillermo del Toro como vencedor do prêmio, um dos principais do cinema no mundo

EFE

08 Setembro 2018 | 15h24
Atualizado 08 Setembro 2018 | 18h06

VENEZA — Roma, do mexicano Alfonso Cuarón, ganhou neste sábado, 8, o Leão de Ouro da 75.ª edição do Festival de Cinema de Veneza. Veja abaixo a lista completa dos vencedores.

Cuarón sucede o conterrâneo Guillermo del Toro como vencedor do prêmio, um dos principais do cinema no mundo.

Roma narra um ano turbulento na vida de uma família de classe média na Cidade do México dos anos 70. O filme é produzido pela Esperanto Filmoj e Participant Media, e estará disponível nos cinemas e na Netflix ainda em 2018. Veja o trailer:

"Deixa eu ver se pronuncio o nome dele corretamente", brincou Del Toro ao anunciar o prêmio para Cuarón. Visivelmente emocionado, o vencedor recebeu o Leão de Ouro das mãos do presidente da Biennale, Paolo Baratta, e depois abraçou Del Toro.

"Esse prêmio e esse festival são incríveis", disse em italiano, agradecendo ainda o trabalho de toda a equipe do filme e também à Netflix. 

Veja a lista completa dos vencedores do 75.º Festival de Cinema de Veneza

Seção oficial

Leão de Ouro: Roma, de Alfonso Cuarón

Leão de Prata de melhor diretor: Jacques Audiard, por The Sisters Brothers

Grande Prêmio do Júri: The Favourite, de Yorgos Lanthimos

Prêmio Especial do Júri: The Nightingale, de Jennifer Kent

Copa Volpi de melhor atriz: Olivia Colman, por The Favourite

Copa Volpi de melhor ator: Willem Dafoe, por Ay Eternity's Gate

Melhor roteiro: Ethan y Joel Coen, por The Ballad of Buster Scruggs

Prêmio Marcello Mastroianni de melhor intérprete revelação: Baykali Ganambarr, por The Nightingale

Seção Horizontes

Melhor filme: Kraben rahu, de Phuttiphong Aroonpheng

Melhor diretor: Emir Baigazin, por Ozen

Prêmio Especial do júri: Anons, de Mahmut Fazil Coskun

Melhor interpretação feminina: Natalya Kudryashowa, por The Man Who Surprised Everyone

Melhor interpretação masculina: Kais Nashif, por Tel Aviv on Fire

Melhor roteiro: Pema Tseden, por Jinpa

Melhor curta metragem: Kado, de Aditya Ahmad

Prêmio Luigi di Laurentiis de melhor estreia: The Day I Lost my Shadow, de Soudade Kaadan

Prêmio ao melhor filme de realidade virtual: Spheres, de Eliza McNitt

Prêmio de melhor experiência em realidade virtual: Buddy VR, de Chuck Chae

Prêmio de melhor história de realidade virtual: L'île des morts, de Benjamin Nuel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.