Robert Altman vai ganhar o Oscar honorário

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou hoje o Oscar que entregará ao realizador octogenário no próximo dia 5 de março durante a 78.ª edição da cerimônia.O Prêmio corresponde a "Uma carreira que reinventou continuamente a arte cinematográfica e que inspirou a outros realizadores e á audiência igualmente" informou a Academia em um comunicado.Apesar de seu reconhecido prestígio, este será o primeiro Oscar que Altman recebe, por toda a criação no campo do cinema onde já dirigiu 86 filmes, produziu 39 e escreveu o roteiro em 37 deles. Alguns de seus filmes mais célebres e que renderam indicações ao Oscar de melhor diretor foram M.A.S.H, Nashville, O Jogador, Short Cuts- Cenas da Vida e Assassinato em Gosford Park.Altman também recebeu outras indicações como melhor produtor por Nashville e Assassinato em Gosford Park. "Trata-se de um mestre como realizador e que merece esta honra", afirmou o atual presidente da Academia, Sid Ganis. Em sua opinião, não há ninguém como ele na hora de falar de um inovador do meio. "Redefiniu os gêneros, inventou novos modos de utilizar o meio e revitalizou os antigos", afirmou. Altman nasceu na cidade de Kansas, no Missouri e começou sua carreira como documentarista antes de sua estréia no cinema com Os Delinqüentes em1957. Na televisão, trabalhou para séries como Alfred Hitchcock Apresenta, Bonanza e na adaptação da popular série M.A.S.H para a grande tela, que alavancou sua carreira. Além de seus êxitos cinematográficos, Altman sempre foi um defensor da contracultura e da liberdade, um dos artistas opositores ao governo George W. Bush, ele prometeu abandonar os Estados Unidos caso ele fosse reeleito. Ainda que Altman nunca tenha deixado o país, após a vitória eleitoral de Bush, suas produções estão cada vez mais veiculadas á Europa que aos Estados Unidos, onde é mais difícil encontrar financiamento para seus projetos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.