Reprodução
Reprodução

'Rio de Mulheres' vence no festival de Valdivia

Curta brasileiro granhou prêmio da categoria no 17º Festival Internacional de Cinema de Valdívia, no Chile

EFE

20 de outubro de 2010 | 10h16

O curta-metragem brasileiro Rio de Mulheres, das diretoras Cristina Maure e Joana Oliveira, levou o prêmio da categoria no 17º Festival Internacional de Cinema de Valdívia, no Chile. Na competição principal, o vencedor foi o filme mexicano Verano de Goliat, que levou o prêmio Pudú de melhor filme e também a distinção da crítica.

O prêmio de melhor direção foi para o filme uruguaio La Vida útil, de Federico Veiroj.

O longa guatemalteco Marimbas del infierno, de Julio Hernández-Cordón, dividiu o prêmio especial do júri com o documentário francês Qu'ils reposent en révolte (des figures dês guerres), de Sylvain George. O filme da Guatemala também levou o prêmio do público.

Ao longo dos seis dias do festival, foram exibidos 150 filmes em seis salas da cidade de Valdívia, a 835 quilômetros ao sul de Santiago. O evento reuniu cerca de 20 mil espectadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.