Revista premia as cem mulheres mais poderosas de Hollywood

A 'Hollywood Reporter' celebra executivas e atrizes que mais faturam no mundo do cinema

Ansa,

07 de dezembro de 2005 | 19h15

A revista Hollywood Reporter festejou as cem mulheres mais poderosas de Hollywood com um café da manhã no Beverly Hills Hotel, nesta quarta, 5. Na classificação, organizada segundo critérios de salário e responsabilidades, estão executivas como Anne Sweeney da ABC em primeiro lugar, Amy Pascal da Sony, Nancy Tellem da CBS, Stacey Snider da Dreamworks e Judy McGrath da MTV. Também foram indicadas as dez atrizes mais bem pagas de Hollywood: em primeiro lugar está Reese Witherspoon, que, segundo a Hollywood Reporter, ganha entre 15 e 20 milhões de dólares. A ganhadora do Oscar por Johnny e June (2005) trabalha atualmente na comédia romântica Four Christmases, que deve sair no natal de 2008, e no terror Our Family Trouble. O recente fiasco de Rendition (2007), suspense que interpretou ao lado de Jake Gyllenhaal e que desapareceu das salas de exibição após poucas semanas, com menos de 10 milhões de dólares (R$ 20 milhões) de arrecadação, não influiu sobre o pagamento da atriz. Vencedora do prêmio Sherry Lansing Leadership Award e convidada de honra do evento, Jodie Foster não foi capaz de exprimir uma opinião sobre qual de suas colegas poderia ser candidata ao próximo Oscar. "Não faço idéia, é uma situação incerta", disse.  Elizabeth Reaser, indicada ao Spirit Awards por Sweet Land (2005), mas mais conhecida pelo papel de Ava no seriado Grey's Anatomy, fez eco com Foster: "No ano passado me parecia que havia muitas interpretações fenomenais, como a de Helen Mirren em A Rainha e Penelope Cruz em Volver. A categoria transbordava. Esse ano não é assim, e é triste".  Somente Emmy Rossun, intérprete de Poseidon (2006), conseguiu achar um nome para a estatueta: "Angelina Jolie (já vencedora do Oscar por Garota Interrompida, de 1999) por O Preço da Coragem, uma performance comovente".  Pela primeira vez em 16 anos foi convidado ao evento também um homem: John Travolta ganhou esta honra por ter interpretado uma mulher, Edna, em Hairspray - Em Busca da Fama (2007), o musical de sucesso do último verão norte-americano. "Eu teria gostado de vir aqui vestido de Edna. Foi um ano cheio de confusões: levantei essa manhã sem saber que roupa vestir".                                                                                             REVISTA PREMIA MULHERES MAIS PODEROSAS DE HOLLYWOODLOS ANGELES, 5 DEZ (ANSA) - A revista Hollywood Reporter festejou as cem mulheres mais poderosas de Hollywood com um café da manhã no Beverly Hills Hotel. Na classificação, organizada segundo critérios de salário e responsabilidades, estão executivas como Anne Sweeney da ABC em primeiro lugar, Amy Pascal da Sony, Nancy Tellem da CBS, Stacey Snider da Dreamworks e Judy McGrath da MTV.Também foram indicadas as dez atrizes mais bem pagas de Hollywood: em primeiro lugar está Reese Witherspoon, que, segundo a Hollywood Reporter, ganha entre 15 e 20 milhões de dólares. A ganhadora do Oscar por Johnny e June (2005) trabalha atualmente na comédia romântica Four Christmases, que deve sair no natal de 2008, e no terror Our Family Trouble. O recente fiasco de Rendition (2007), suspense que interpretou ao lado de Jake Gyllenhaal e que desapareceu das salas de exibição após poucas semanas, com menos de 10 milhões de dólares de arrecadação, não influiu sobre o pagamento da atriz.Vencedora do prêmio Sherry Lansing Leadership Award e convidada de honra do evento, Jodie Foster não foi capaz de exprimir uma opinião sobre qual de suas colegas poderia ser candidata ao próximo Oscar. Não faço idéia, é uma situação incerta, disse. Elizabeth Reaser, indicada ao Spirit Awards por Sweet Land (2005), mas mais conhecida pelo papel de Ava no seriado Grey's Anatomy, fez eco com Foster: No ano passado me parecia que havia muitas interpretações fenomenais, como a de Helen Mirren em 'A Rainha' e Penolope Cruz em 'Volver'. A categoria transbordava. Esse ano não é assim, e é triste. Somente Emmy Rossun, intérprete de Poseidon (2006), conseguiu achar um nome para a estatueta: Angelina Jolie (já vencedora do Oscar por Garota Interrompida, de 1999) por O Preço da Coragem, uma performance comovente. Pela primeira vez em 16 anos foi convidado ao evento também um homem: John Travolta ganhou esta honra por ter interpretado uma mulher, Edna, em Hairspray - Em Busca da Fama (2007), o musical de sucesso do último verão norte-americano. Eu teria gostado de vir aqui vestido de Edna. Foi um ano cheio de confusões: levantei essa manhã sem saber que roupa vestir".

Tudo o que sabemos sobre:
'Hollywood Reporter'Spirit Awards

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.