"Revista de Cinema" busca patrocínio

A Revista de Cinema, publicação que pretende suprir lacuna deixada pela extinta Filme Cultura, chega a seu 15º número habilitada pelo Ministério da Cultura a captar R$ 400 mil em recursos incentivados. Por isso, seu editor, Hermes Leal, espera que empresas interessadas na difusão do cinema brasileiro a escolham como objeto de seus investimentos."No Brasil, país de dimensões continentais" - pondera Hermes - "uma publicação só consegue chegar a todas as unidades da Federação se dispuser da ajuda de organismos culturais ou empresariais". Segundo ele, o MinC reconheceu a importância de sua publicação quando o habilitou a captar R$ 400 mil. O desafio agora, seria sensibilizar o empresariado.As 15 capas da Revista foram dedicadas ao cinema brasileiro. A primeira delas trouxe Antônio Fagundes (O Tronco), em abril de 2000. Em seguida vieram Letícia Spiller (Oriundi), Regina Casé (Eu Tu Eles), Jorge Perugorría (Estorvo), Gláuber Rocha (na melhor e única capa em preto-e-branco da publicação), Matheus Nachtergaele e Selton Mello Auto da Compadecida), Maitê Proença (Tolerância), Carolina Ferraz (Mater Dei, de Vinícius Mainardi), Hector Babenco (em entrevista polêmica, como é de seu hábito), Fernanda Montenegro (homenageada no Prêmio Brasil de Cinema), outra vez Carolina Ferraz, só que ao lado de Murilo Benício (Amores Possíveis), Rodrigo Santoro (Bicho de Sete Cabeças), Daniel Filho (A Partilha), e Giovanna Antonelli (Avassaladoras, filme inédito de Mara Mourão). O número que está nas bancas discute o tema "O Sexo Sumiu do Cinema".Para o mês de agosto, Hermes Leal prepara número especial, com 80 páginas (a revista varia de 46 a 66 páginas), dedicado por inteiro ao cinema brasileiro e a um dos mais resistentes e tradicionais festivais nacionais: o de Gramado (que este ano chega a sua 29ª edição, só perdendo em longevidade para o Festival de Brasília, que realizará sua 34ª edição em novembro).A Revista de Cinema circula, desde sua criação, com 25 mil exemplares. "Se o empresariado apostar na revista" - garante Hermes - "aumentaremos para 40 mil exemplares e, assim, teremos força e fôlego para ajudar a difundir o cinema brasileiro em todas as unidades da federação".O editor da Revista de Cinema (publicada pela Editora Kraô) pretende, a cada novo número, ampliar a cobertura do cinema brasileiro e preparar dossiês sobre grandes nomes de nossa história cinematográfica, com muita informação e rico material fotográfico. "Estamos preparando completo dossiê sobre Nelson Pereira dos Santos", anuncia.Se depender da vontade de Hermes Leal, a Revista de Cinema suprirá vácuo deixado pela Filme Cultura, importante revista editada, primeiro pelo INC (Instituto Nacional de Cinema), e depois pela Embrafilme. Empresas interessadas em patrocinar a publicação devem manter contato com Hermes Leal pelo telefone (11) 3097-9897 ou por e-mail: revistadecinema@revistadecinema.com.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.