Jordan Strauss/AP
Jordan Strauss/AP

Responsável por confusão no Oscar diz se sentir 'terrível'

Brian Cullinan, um dos sócios da empresa responsável pela auditoria do prêmio, reforçou em uma entrevista antes da cerimônia que é preciso ter certeza de que o envelope entregue é o certo

AFP

28 de fevereiro de 2017 | 10h04

Brian Cullinan foi o responsável pela confusão no fim da cerimônia do Oscar envolvendo o prêmio de melhor filme. Sócio da empresa PricewaterhouseCoopers (PwC), há décadas responsável pela auditoria do prêmio, Cullinan entregou o envelope errado aos apresentadores Faye Dunaway e Warren Beatty, que anunciaram como vencedor La La Land, e não Moonlight.

Tim Ryan, presidente da PwC nos Estados Unidos, disse à revista Variety que conversou longamente com Cullinan, que estava do lado esquerdo do palco, durante toda a noite."Ele se sente terrível, horrível. Está muito incomodado com seu erro, que também é meu, nosso, e todos nos sentimos mal", assinalou.

Cullinan havia publicado uma foto da atriz Emma Stone no Twitter antes de cometer o erro, segundo a imprensa, e tuitou bastante durante toda a noite. Cullinan, um dos sócios da PwC encarregados de distribuir os envelopes, entregou por engano a Beatty a cópia do cartão com o nome da vencedora do prêmio de melhor atriz, Emma Stone, de La La Land.

A foto da atriz foi apagada da conta de Cullinan, mas a AFP viu uma cópia da postagem. Cullinan não falou em público sobre o erro, mas a PwC desculpou-se em um comunicado, afirmando que investigará o ocorrido.

O sócio e a colega Martha Ruiz, que entregaram pessoalmente os envelopes, explicaram recentemente em uma entrevista que há dois grupos de envelopes no evento. "Nós nos posicionamos em lados opostos do palco durante toda a noite e entregamos os respectivos envelopes aos apresentadores", disse Cullinan ao medium.com.

"Não parece muito complicado, mas você tem que ter certeza de que está entregando o envelope certo", assinalou. Depois que Martha entregou ao apresentador Leonardo DiCaprio o envelope com o nome de Emma, Cullinan deveria ter se desfeito da cópia, mas, por engano, entregou-a a Beatty na hora do anúncio de melhor filme.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.