Reese Witherspoon arrecada fundos para a ONU com bracelete

Arrecadação com as vendas do bracelete da Avon beneficiará combate da violência contra a mulher

Reuters

08 de março de 2004 | 21h13

A atriz Reese Witherspoon, representante da Avon cosméticos, anunciou nessa terça-feira, 4, durante uma conferência da ONU que toda a quantia arrecadada com as vendas de um bracelete da marca será doada ao fundo da ONU para o combate da violência contra a mulher.   A Avon disse que irá reverter os primeiros U$500 mil em vendas do bracelete para beneficiar o fundo que pretende acabar com o problema que, segundo os ativistas, atinge uma em cada três mulheres no mundo.   Reese mostrou o bracelete em uma conferência de notícias da ONU, que ele tem o formato do símbolo do infinito - um "oito" horizontal - para representar "um futuro sem limitações para todas as mulheres".   Os braceletes custarão US3 (R$6) e serão vendidos pela rede de representantes da Avon no mundo todo.   O dinheiro será direcionado para projetos como a ajuda financeira fornecida à India para a melhora de suas leis contra violência doméstica e para assistir o governo de Ruanda no estabelecimento de uma unidade especial da polícia para investigar casos de violência.   Reese, 31, que ganhou um Oscar de melhor atriz por seu papel em Johnny e June, disse esperar usar sua fama por uma causa que acredita ser muito importante.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciamulherONUbracelete

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.