Ralph Fiennes fala sobre "Spider"

Sempre lembrado pelo papel-título de "O Paciente Inglês" ou pelo retrato nazista em "A Lista de Schindler??, Ralph Fiennes não esconde a preferência por personagens com densidade dramática ou mentalmente perturbados. Recentemente visto na pele do serial killer de "Dragão Vermelho", o ator britânico encarna em "Spider" um homem recém-saído do manicômio e atormentado pelos fantasmas do passado. "Escolho os personagens pela profundidade e pela beleza de suas palavras. Provavelmente herdei isso do teatro??, diz Fiennes, premiado com o Tony pela performance como Hamlet na Broadway.Independentemente do papel oferecido, o ator só diz "sim" a um projeto cinematográfico se admirar o diretor que gritará "ação!?? no set. "Sempre me pergunto se o cineasta vai me testar, me desafiar e me fazer enfrentar as minhas inseguranças." Em "Spider??, thriller psicológico que estréia nas telas brasileiras nesta sexta-feira, dia 3, o ator foi dirigido pelo canadense David Cronenberg (mais conhecido por "A Mosca", "Gêmeos - Mórbida Semelhança" e "Crash - Estranhos Prazeres??). "Os personagens de Cronenberg têm uma vida interna muito mais rica que a externa. Muito da ação se passa apenas em suas mentes.??A predileção pelos tipos cerebrais não o impediu, no entanto, de protagonizar a primeira comédia romântica de sua carreira. A partir de 4 de abril, ele voltará aos cinemas nacionais em "Encontro de Amor??, vivendo um político seduzido por uma camareira de hotel interpretada por Jennifer Lopez. "Como nunca havia feito nada parecido, quis provar para mim mesmo que poderia imprimir a leveza que o gênero exige??, conta Fiennes, dirigido pela primeira vez pelo cineasta de Hong Kong, Wayne Wang (de "O Clube da Felicidade e da Sorte" e "Cortina de Fumaça??). "Como Wayne também é um novato nas comédias românticas, fiquei mais à vontade. Errávamos e corrigíamos juntos.?? Eleito pela revista "Empire" como um dos 100 mais sexies astros da história do cinema, Fiennes tem sido comparado ao lendário Gary Cooper pelo desempenho em "Encontro de Amor??, em cartaz nos EUA. "Se eu continuar a usar desavergonhadamente o meu charme (risos), passarei a ser uma ameaça para Hugh Grant??, brinca, referindo-se ao ator inglês mais requisitado por Hollywood para produções do gênero. Aos 40 anos, recém-completados, Fiennes não se preocupa com os cabelos brancos. "Estranhamente, gosto da sensação de envelhecer. Espero deixar de ser tão ansioso??, diz. Leia, a seguir, os principais trechos da entrevista concedida à Agência Estado, em Nova York.Como foi rodar dois personagens obscuros (em "Spider?? e "Dragão Vermelho??), um atrás do outro?Primeiramente eu rodei "Spider??, atraído pelo aspecto trágico e solitário de Dennis Cleg, um homem que fez algo terrível na infância e cria um labirinto mental para não se lembrar do ocorrido. Depois recebi o convite para atuar em "Dragão Vermelho??, em que interpreto um sujeito igualmente desequilibrado, mas neste caso muito mais perverso. Sabia que os papéis, mesmo sendo diferentes, instigariam comparações pela natureza obscura de ambos. Mesmo assim, aceitei fazer "Dragão?? por ser uma produção altamente comercial, o que eu fiz relativamente pouco na minha carreira. "O Paciente Inglês??, "A Lista de Schindler?? e "Fim de Caso?? me deram visibilidade, mas não não foram o que se pode chamar de blockbusters.Então por que não faz mais filmes comerciais, priorizando título de baixo orçamento e os chamados filmes de arte, como "Sunshine - O Despertar de um Século?? e "Oscar e Lucinda???Como iniciei no teatro, o que eu mais valorizo é a noção de elenco. Mas infelizmente em muitas produções hollywoodianas não há um espírito comunitário. Tudo gira em torno de um astro que geralmente intimida todos os membros da equipe. E o pior é que os produtores alimentam esse tipo de paparicação, deixando surgirem problemas que no teatro, por exemplo, não seriam problemas.Por essa razão, você nunca se afasta dos palcos?Sim. No teatro, ninguém pode se esconder no trailer. Não há espaço para neuroses e todo o elenco precisa se comprometer na mesma medida. Há um horário a ser respeitado e todos os atores serão julgados ao vivo pela platéia. No cinema, há muitos artifícios, como refilmagem, retoque, inserção de música etc.Como foi contracenar com a superestrela Jennifer Lopez em "Encontro de Amor??? Ela é do tipo que deixou o sucesso subir à cabeça?Não tive problemas com ela, que foi extremamente profissional. Nosso contato, porém, foi limitado aos momentos em que atuamos juntos. Não tive tempo de conhecê-la melhor.O que mais o motivou a atuar em "Encontro de Amor??? Ingressar na comédia romântica, gênero que o público normalmente não associa com você, pesou?Sim. Há tempos queria fazer um filme contemporâneo, em que pudesse mesclar elementos românticos e cômicos. Queria ter a experiência de não precisar pesquisar tanto para compor um personagem. Nas comédias românticas, você é incentivado a sair do texto, a improvisar e a ser mais espontâneo. A mídia recentemente fez um estardalhaço por George Clooney ter mostrado o traseiro em "Solaris??. Como reagiram à cena de nudez que você protagonizou em "Dragão Vermelho"?É bom lembrar que eu fiz primeiro que ele (risos). Mas o barulho foi o mesmo. Não entendo por que tanto falatório sobre um momento tão rápido. Só pode ser coisa de americano, que ainda encara a nudez como coisa do outro mundo. Na França, por exemplo, ninguém mencionou que eu apareço pelado no filme. Sentiu-se pressionado a enveredar pelas artes, por pertencer a uma família de artistas? (A mãe de Fiennes é escritora e pintora, o pai, fotógrafo e o irmão, Joseph Fiennes, ator - mais conhecido por "Shakespeare Apaixonado??). Mais influenciado do que pressionado, eu diria. Da minha mãe (Jennifer Lash), por exemplo, eu certamente herdei o gosto pela literatura. Daí foi um passso para descobrir a obra de Shakespeare e perceber que as palavras, quando ditas em um contexto dramático, podem ser arrebatadoras.

Agencia Estado,

03 de janeiro de 2003 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.