Siphiwe Sibeko/Reuters
Siphiwe Sibeko/Reuters

Quem são as celebridades que se engajam na luta pelo meio ambiente

Javier Bardem, Jane Fonda, James Cameron e Christiane Torloni são algumas das personalidades que defendem causas ambientais

Mariane Morisawa, Especial para O Estado de S. Paulo

02 de dezembro de 2019 | 06h00

Javier Bardem, que está circulando com o documentário Sanctuary, sobre o qual falou com exclusividade para o Estado, não é o único ator a se preocupar com a destruição do meio ambiente. Leonardo DiCaprio, por exemplo, fez documentários sobre o assunto e tem uma fundação com seu nome para causas ambientais.

Edward Norton é embaixador das Nações Unidas para a biodiversidade. Jane Fonda tem protestado todas as sextas-feiras em Washington – o dia escolhido por Greta Thunberg e outros jovens para exigir medidas contra a destruição do planeta.

A atriz de 81 anos foi presa quatro vezes nos protestos, levando amigos como Ted Danson, Rosanna Arquette e Catherine Keener.

O ator e cineasta Robert Redford tem militado desde os anos 1970 por causas ambientais.

O cineasta James Cameron e sua mulher, Suzy Amis Cameron, também lutam por questões como essa há anos.

Avatar, claramente, é um filme de defesa do meio ambiente. O ator Matt Damon age em defesa da água limpa em países em desenvolvimento. A atriz Julia Louis-Dreyfus também briga por água limpa, pela criação de parques e pela pressão por legislação para financiar ações de conservação.

Don Cheadle e Mark Ruffalo, companheiros de Vingadores, apoiam soluções para energia limpa e antifraturamento hidráulico (método controverso de extração de petróleo e gás natural).

Arnold Schwarzenegger implementou medidas de defesa contra a mudança climática quando foi governador da Califórnia e continua sua defesa por causas ambientais.

No Brasil, Rita Lee está escrevendo livros infantis sobre o meio ambiente, e a atriz Christiane Torloni dirigiu um documentário sobre a Amazônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.