Mubi
Mubi

Que tal rever filmes de Fassbinder em casa? Veja novidades do streaming

Obras clássicas do cineasta alemão estarão disponíveis em programação especial do Mubi

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2020 | 03h00

E que tal um Rainer Werner Fassbinder para (re)ver em casa? Ou um Roberto Rossellini? 

Como o home office, o streaming continua a ser a alternativa mais segura para o cinéfilo, à espera da reabertura das salas, prevista para o fim do mês. Na semana passada, foi lançada uma campanha de distribuidores e exibidores, #JuntosPeloCinema. No site você encontra vídeos cujo objetivo é chamar a atenção do público para a experiência inigualável que é ver os filmes nos cinemas. Por enquanto, o streaming e o drive-in são mais garantidos. Novidades não faltam, nas diversas plataformas. Eis algumas.

 

A Balada do Soldado

Após a morte de Josef Stalin, ocorreu o período chamado de degelo do cinema soviético, quando o realismo socialista começou a ser flexibilizado e terminou enterrado – mas ainda demorou. Grigori Tchoukrai destacou-se com a história do soldado que ganha licença para visitar a mãe. Ele conhece o amor, e numa sequência memorável – a corrida de mãe e filho para o abraço, pois a dificuldade para chegar foi tanta que ele já vai partir –, o efeito da separação é lancinante. O complicado movimento de câmera no começo, quando o garoto derrota o tanque, foi decisivo para a aura do filme (e do diretor). 

Belas Artes a La Carte. 

De Crápula a Herói Grande nome do neorrealismo (Roma, Cidade Aberta, Paisà), o romano Roberto Rossellini virou ícone da nouvelle vague especialmente por seu conceito da desdramatização do roteiro, em filmes como Viagem à Itália, de 1956, com a estrela Ingrid Bergman. Mas esse, que marcou sua volta a um realismo mais tradicional, é impactante. Os fascistas infiltram informante numa cadeia onde estão confinados integrantes da resistência. Esperam que o falso General della Rovere lhes seja útil, mas ele cola ao papel e, de crápula, vira herói. Vittorio De Sica é excepcional no papel. 

#EmCasaComSesc 

Lola 

O Mubi está no ar com uma programação dedicada a Rainer Werner Fassbinder. A Terceira Geração chega no dia 25, O Desespero de Veronika Voss, dia 28. Lola está disponível até 7 de agosto. É o fecho da trilogia sobre o milagre econômico alemão no pós-guerra. No longa de 1981, Barbara Sukova, como cantora de bordel, desperta atração fatal em Armin Mueller-Stahlk. Fassbinder e seu tributo a Josef Von Sternberg e ao clássico O Anjo Azul, que lançou o mito de Marlene Dietrich. Estilizado, excessivo, romântico, o filme é representativo do estilo do importante autor alemão.

Tudo o que sabemos sobre:
Rainer Werner Fassbindercinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.