Quatro filmes da A. Latina disputam festival de Mar del Plata

Filmes do México, Argentina e Chile vão competir pelo prêmio máximo do festival de cinema mais importante da América Latina, que começa nesta quinta-feira na cidade argentina de Mar del Plata e terá centenas de produções de todo o mundo. A competição oficial pelos prêmios Astor abrange 16 filmes de 15 países. Entre eles há dois argentinos - "El artista", de Mariano Cohn e Gastón Duprat, e "Vil romance", de José Campusano --, um mexicano - "Deserto adentro", de Rodrigo Plá - e "Alicia en el país", do diretor chileno Esteban Larraín. O filme americano "The Hurt Locker", com direção de Kathryn Bigelow e roteiro de Mark Boal, vai inaugurar a 23a edição do Festival de Cinema de Mar del Plata, cidade turística a 400 quilômetros ao sul de Buenos Aires. De acordo com seus organizadores, o festival, que acontecerá entre 6 e 16 de novembro e vai exibir 400 filmes de 46 países, tem como tema básico este ano a diversidade. Na abertura haverá uma homenagem ao diretor argentino Leonardo Favio, que vai apresentar "Aniceto", o filme escolhido para representar a Argentina na disputa por melhor filme latino-americano na próxima entrega dos prêmios Goya, do cinema espanhol. A cerimônia terá a presença da presidente argentina Cristina Fernández e do ator americano Tommy Lee Jones, que vai apresentar seu primeiro filme como diretor, "Três Enterros". Uma das novidades deste ano será a separação da competição em três partes - internacional, latino-americana e argentina --, visando orientar melhor as centenas de espectadores. Fora da competição, haverá filmes de diretores como Takeshi Kitano, Andrzej Wajda, Oliver Assayas, Abel Ferrara, Agnes Varda e José Luis Garci, entre outros. Este ano o festival de Mar del Plata também vai apresentar retrospectivas e mostras paralelas de diretores como a tcheca Michaela Pavlátová, o boliviano Jorge Sanginés, os americanos Dominic Angerame e Robert Young, a brasileira Maria Augusta Ramos e o japonês Makoto Sato. Outra novidade será a retrospectiva "Ao redor de Borges", que visa mostrar como o escritor argentino Jorge Luis Borges influenciou vários autores cinematográficos. O festival será encerrado em 15 de novembro com o filme sul-coreano "Soom" (Alento), de Kim Ki-Duk.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.