/Mario Anzuoni
/Mario Anzuoni

Próximo filme de James Bond será dirigido por Cary Joji Fukunaga

O diretor vai substituir o britânico Danny Boyle, que desistiu do filme ainda sem título no mês passado devido a "diferenças criativas"

Reuters

20 Setembro 2018 | 16h44

O próximo filme da franquia James Bond será dirigido pelo norte-americano Cary Joji Fukunaga, o homem por trás da primeira temporada da série True Detective, da HBO, e da comédia Maniac, da Netflix, informaram os produtores da saga nesta quinta-feira.

Fukunaga, de 41 anos, irá substituir o diretor britânico Danny Boyle, que desistiu do filme ainda sem título no mês passado devido a “diferenças criativas”.

As gravações do 25º filme da franquia James Bond começarão em março de 2019 nos estúdios Pinewood, com previsão de lançamento para o dia 14 de fevereiro de 2020, três meses depois da data estimada inicialmente, divulgada quando Boyle era o diretor.

Os filmes do agente 007 são alguns dos mais lucrativos da indústria cinematográfica, com 007 Contra Spectre, de 2015, dirigido por Sam Mendes, arrecadando 880 milhões de dólares em bilheterias de todo o mundo, enquanto 007 - Operação Skyfall, de 2012, também dirigido por Mendes, arrecadou mais de 1 bilhão de dólares globalmente.

Os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli disseram sobre o novo diretor: “Sua versatilidade e inovação o tornam uma escolha excelente para nossa próxima aventura de James Bond”.

Fukunaga dirigiu o filme de 2015 Beasts of No Nation, estrelado por Idris Elba.

Ele dirigirá o astro Daniel Craig, que interpreta Bond pela quinta vez, no que deve ser a última atuação do ator como o agente secreto criado pelo autor Ian Fleming em 1953.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.