Divulgação
Divulgação

Protesto no Rio pede liberação de filme sérvio proibido pela Justiça

Congresso Brasileiro de Cinema promove encontro para debater censura no cinema brasileiro nesta terça

estadão.com.br,

02 de agosto de 2011 | 14h08

SÃO PAULO - Um protesto contra a censura no cinema brasileiro será realizado na noite desta terça-feira no Rio de Janeiro. Organizada pelo Congresso Brasileiro de Cinema e motivado pela proibição da exibição de A Serbian Film - Terror sem Limites em todo o País, um encontro aberto, Censura Não, discutirá possíveis medidas para evitar proibições como a do filme sérvio. A manifestação será na Fundição Progresso, na Lapa, RJ, às 19h30.

 

A classe de produtores e atores de cinema reivindica a liberação do longa, censurado por uma liminar da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso do Rio de Janeiro após denúncia do partido político Democratas de apologia à pedofilia. O filme também foi proibido na Espanha e na Noruega e sofreu cortes na Alemanha e na Inglaterra.

 

A Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abracinne) anunciou que um seminário sobre a proibição de 'A Serbian Film' fará parte da programação do Festival de cinama de Gramado, no Rio Grande do Sul, no próximo domingo, 6. O seminário discutirá as normas de classificação dos filmes no Brasil, o papel da crítica de cinema e quais são os desdobramentos do veto ao longa sérvio, com a participação de membros do Ministério da Justiça e presidentes de associações de cinema no País.

 

Em nota, o representante da Petrini, que distribui o filme no Brasil lamenta a proibição e diz que é claro que nenhuma criança sofre abusos em A Serbian Film. Ele entrará com uma ação para recuperar a cópia apreendida pela Justiça e liberar a exibição do filme. "Na decisão é muito claro o ponto de vista da juíza: mesmo que o filme não contenha cenas de abuso real a fins eróticos, não se pode permitir que cenas de extrema violência sejam levadas ao grande público. Se isso não é censura, de que estamos falando então?", diz.

 

No País, o longa chegou a ser exibido em festivais em Porto Alegre e São Luís e no RioFan, no Rio de Janeiro, mas foi banido da competição pelo próprio patrocinador, a Caixa Econômica Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
A Serbian FilmCinemacensuraprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.