Programa da mostra de cinema será anunciado hoje

Encerrado o Festival do Rio 2004, os olhares dos cinéfilos voltam-se para São Paulo, onde começa, dia 21 para convidados e 22 para o público, a 28.ª Mostra Internacional de Cinema. Leon Cakoff e Renata de Almeida, que realizam a mostra, reúnem, hoje à noite no Unibanco Arteplex, a imprensa especializada para anunciar a programação de 2004. A mostra é sempre uma maratona que exige muito do público - disponibilidade de tempo e disposição intelectual e física. Durante duas semanas, o público fica atualizado com as novas tendências do cinema mundial - que Cakoff e Renata pinçam de festivais como Cannes, Berlim e Veneza - e ainda assiste a programas especiais, na maioria das vezes retrospectivas que homenageiam diretores importantes. Este ano, serão exibidos quase 250 títulos, entre curtas e longas. As retrospectivas serão dedicadas a Abbas Kiarostami, Amos Gitai e a um terceiro diretor, o canadense Guy Madin, que pratica um cinema de vanguarda (e transgressivo). A boa nova é que a sessão de abertura - com a exibição do novo Wim Wenders, Land of Plenty - vai resgatar um espaço tradicional do cinema na cidade. O cinema Ipiranga, no centro, a poucos passos da famosa da Ipiranga com Avenida São João, está recebendo ´um tapa´ para abrigar a cerimônia de abertura. E o show de encerramento será feito por Jane Birkin, a inglesa que se afrancesou e virou musa do anjo embriagado Serge Gainsbourg.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.