Produtor de "O Pianista" é preso por corrupção

O polonês Lew Rywin, produtor de filmes sobre a perseguição nazista dos judeus - A lista de Schindler (1993), de Steven Spielberg, e O Pianista (2002), de Roman Polanski -, foi preso nesta segunda-feira para cumprir uma pena de dois anos por corrupção.O Tribunal de Apelação de Varsóvia decidiu prendê-lo após conhecer o relatório médico sobre o estado de saúde de Rywin, que certifica que ele pode cumprir a sentença por cumplicidade num delito de corrupção.Rywin foi condenado por pedir ao diretor do jornal Gazeta Wybvorcza US$ 17,5 milhões em troca de sua influência na redação de uma lei sobre os meios de comunicação, que seria aprovada, para que permitisse à sociedade Agora, editora do jornal, comprar uma televisão nacional.O tribunal considerou provado que o produtor foi cúmplice de uma quadrilha que organizou a operação, mas não disse de que pessoas se tratava, algo que a procuradoria deverá identificar agora se decidir abrir uma investigação.Rywin pediu o adiamento do cumprimento da pena alegando que estava doente, o que não foi confirmado pelos médicos nomeados como peritos do tribunal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.