'Procurando Elly' traz no elenco atriz banida no Irã

Filme com a bela Golshifteh Farahani representará o Irã na disputa ao Oscar

Reuters,

30 de dezembro de 2009 | 18h00

O que começa como uma crônica de costumes da sociedade iraniana moderna transforma-se num suspense com subtexto de comentário social em Procurando Elly, que rendeu a Asghar Farhadi o prêmio de direção no Festival de Berlim 2009.

 

Veja também:

 

linkPapel em filme de Hollywood rende proibição a atriz iraniana

 

O longa estreia apenas em São Paulo. Representando o Irã na disputa por uma indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro, a produção causou controvérsia ao ser proibida em seu país, pois uma de suas protagonistas, a bela Golshifteh Farahani, foi banida do Irã por ter participado de "Rede de Mentiras", do diretor britânico Ridley Scott.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.