Divulgação
Divulgação

'Procurando Dory' já arrecadou US$ 50,1 milhões em bilheteria nos EUA

Longa acumula mais de US$ 540 milhões no mundo todo desde a estreia

AFP

05 Julho 2016 | 16h43

Procurando Dory permanece em primeiro lugar na bilheteria americana pela terceira semana consecutiva graças a ingressos de US$ 50,1 milhões durante o fim de semana do feriado do Dia da Independência.

O longa, dirigido por Andrew Stanton, mostra Dory, o célebre peixe azul com problemas de memória que apaixonou o público em "Procurando Nemo", em busca do paradeiro de seus pais. Até o momento, o filme acumula mais de US$ 540 milhões no mundo todo desde a estreia.

O segundo lugar de bilheteria foi para A Lenda de Tarzan, que arrecadou US$ 45,5 milhões, contando a soma obtida na segunda-feira nas salas americanas.

O filme conta com Alexander Skarsgard como Tarzan, que anos após deixar a selva da África e se assentar em Londres junto com sua amada Jane (Margot Robbie), retorna ao Congo como emissário do parlamento britânico sem saber que faz parte do maquiavélico plano orquestrado pelo rei da Bélgica para tomar os diamantes da região. O terceiro lugar foi para Uma Noite de Crime 3, com US$ 34,7 milhões.

Dirigida por James DeMonaco, a saga volta a esse retorcido universo cinematográfico onde qualquer atividade criminosa é permitida nos EUA uma noite do ano. Nesta ocasião, o ex-agente de polícia Barnes (Frank Grilo) deve fazer a segurança de uma senadora que pretende erradicar essa lei. Já a decepção ficou com o novo filme de Steven Spielberg, O Bom Gigante Amigo, com US$ 22,2 milhões.

O filme narra como uma pequena órfã (Ruby Barnhill) e um gigante (Mark Rylance) ajudam-se mutuamente para entender os mistérios de seus respectivos mundos, um relato baseado na obra homônima de Roald Dahl e que contou com um roteiro da já falecida Melissa Mathison, autora também do texto de E..

Por fim, Independence Day: O Ressurgimento ficou na quinta posição com US$ 20,2 milhões. Trata-se da sequência do famoso filme de 1996 na qual a Terra enfrentava uma invasão alienígena durante os dias prévios ao Dia da Independência nos Estados Unidos. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.