Problemas alteram programação da Mostra Tiradentes

A população e os turistas continuam prestigiando a programação da 4ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Ontem, a exibição do longa Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodanzky, empolgou a platéia, que aplaudiu com entusiasmo a sessão ao ar livre. Problemas técnicos o longa Brava Gente Brasileira, de Lúcia Murat, foi transferido para hoje, às 22h, no Cine Praça.Marcaram presença no Cine Praça as diretoras Laís Bodanzky e Lúcia Murat, além de atores, produtores dos filmes e de Austregésilo Carrano, escritor do livro Canto dos Malditos, que deu origem ao Bicho de Sete Cabeças, narrando fatos reais de sua vida. Hoje serão exibidos no Cine Tenda (Largo da Rodoviária) O Rap do Pequeno Príncipe Contra as Almas Sebosas, de Paulo Caldas e Marcelo Luna, às 20h, e Quase Nada, de Sérgio Rezende, às 22h. No Cine Praça houve alterações na programação para a exibição de Brava Gente Brasileira, que acontece às 22h. Às 20h será mostrado Tainá, uma Aventura na Amazônia, de Tânia Lamarca e Sérgio Bloch, e às 24h O Auto da Compadecida, de Guel Arraes.No Centro Cultural Yves Alves onde estão sendo exibidos os vídeos, a noite é da Retrospectiva Vídeo nas Aldeias. A partir das 18h, o público pode assistir a O Espírito da TV, de Vincent Carelli, A Arca dos Zo?é, de Vincent Carelli e Dominique Gallois, e No Tempo das Chuvas, produção de vários diretores.A Mostrinha de Cinema teve hoje Zoando na TV, de José Alvarenga Jr., e Os Três Zuretas, de Cecílio Neto. A Mostrinha retoma sua programação somente no próximo dia 27, com Xuxa Pop Star, de Paulo Sérgio de Almeida, e O Anjo Trapalhão, de Marcelo Travesso e Alexandre Boury.Discussão Amanhã começa o 2º Seminário do Cinema Brasileiro, com mesas-redondas, debates e palestras entre autoridades, produtores, cineastas e artistas. Entre outros assuntos, a descentralização do cinema brasileiro e propostas ligadas à produção de curtas-metragens no Brasil.Também nesta segunda-feira começa a programação de curtas-metargens. Serão três séries, Anima-Ação, Novos de Minas e Mais Ficção. A partir das 20 horas, no Cine Tenda, o público pode acompanhar a série Anima-Ação, com os filmes Cavaleiro Jorge, de Otto Guerra, Amor índio, de Rui de Oliveira , Os irmãos Williams, de Ricardo Dantas,Chifre de Camaleão, de Marcelo Marão, Os idiotas mesmo, de Allan Sieber, 1500, de Maurício Squarisi, Almas em Chamas, de Arnaldo Galvão e Dois, de Marcos Magalhães. A partir de 21h30, no Cine Praça, a série Novos de Minas traz as mais recentes produções mineiras. São eles Perdemos de 1 a 1, de Patrícia Moran, Os fantasmas da cidade, de Rogério Terra Jr., Calçadão- onde tudo acontece, de Franco Groia, Dois Homens, de Helvécio Neves Júnior e De incerta feita, de Bel Bechara e Sandro Serpa.Às 23h começa a série Mais Ficção, que acontece no Cine Tenda e traz os curtas Pormenores, de Flávio Frederico, Os Outros, de Fernando Mozart, O branco, de Liliana Sulzbach e Ângela Pires, Outros, de Gustavo Spolidoro, Tropel, de Eduardo Nunes e Sinistro, de René Sampaio, premiado no último Festival de Cinema de Brasília.Reciclagem - As 11 oficinas desta edição da mostra já receberam cerca de 230 inscrições e ainda têm vagas. Há opções para crianças e adolescentes, como Animação na Película e Interpretação para adolescentes, e também para adultos, como Roteiro e Direção de Fotografia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.