Primeiro escândalo na tela de Cannes

O filme The Brown Bunny, do americano Vincent Gallo, causou o primeiro escândalo na tela de Cannes. Apresenta uma longa cena de felação, em primeiro plano, sem nenhum disfarce. A cena é protagonizada pelo próprio Gallo, que faz o protagonista do filme, um motociclista desesperado, e pela atriz Chloe Sevigny. No final da sessão, o filme foi implacavelmente vaiado. Não pela cena em si, mas por sua gratuidade, num contexto de monotonia e falta de assunto apresentado pela história. Candidato sério a pior filme do festival, no entanto deve ganhar manchetes e espaço na mídia por causa da cena de sexo explícito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.