Divulgação
Divulgação

Primeira edição de 'O Hobbit' é leiloada por US$ 210 mil em Londres

Obra foi arrematada na casa de leilão da cidade por 137 mil libras

EFE, O Estado de S. Paulo

04 de junho de 2015 | 15h56

LONDRES - A primeira edição de O Hobbit, do britânico J.R.R. Tolkien (1892-1973) foi arrematada nesta quinta-feira na casa de leilão de Londres por 137 mil libras (cerca de US$ 210 mil, ou R$ 655 mil).

O exemplar, impresso em 1937, foi um presente do autor a uma de suas primeiras estudantes na Universidade de Leeds, na década de 1920, Katherine Kilbride, com quem trocou correspondência durante grande parte de sua vida.

O livro tem uma dedicatória escrita à mão por Tolkien em "élfico", um dos idiomas fictícios inventados pelo autor de O senhor dos anéis.

A venda marca um novo recorde para um leilão de uma primeira edição de O Hobbit, cujo preço máximo tinha alcançado 50 mil libras em 2008.

O filólogo britânico escreveu este romance fantástico na década de 20 e, embora estivesse pensada para ser lida por seus filhos, foi finalmente publicada em 21 de setembro de 1937.

No livro, Tolkien apresenta o universo de ficção da Terra Média, onde situaria também futuros livros como O Silmarillion e O Senhor dos Anéis.

O exemplar foi leiloado em uma sessão dedicada a livros infantis e ilustrações de meados do século XIX.

Nesse mesmo leilão foi arrematada um exemplar da primeira edição de Harry Potter e a pedra filosofal, de J.K. Rowling, por 25 mil libras, e um exemplar duplo de "Alice no país das maravilhas", de Lewis Carroll, com dedicatória do autor, por 10 mil libras.

Mais conteúdo sobre:
O Hobbitcinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.