Presença brasileira em Locarno

Começa hoje à noite, com projeçao em telão de 300 metros quadrados, na Piazza Grande de Locarno, na Suíça, o 53º Festival Internacional de Cinema. Entre os 19 filmes da competição, vindos de 15 países, está Cronicamente Inviável, de Sergio Bianchi. No filme, pedaços da vida de seis personagens que se passam nas mesas de um restaurante de alta classe em São Paulo. O cineasta brasileiro Carlos Reichenbach, que levou no ano passado, o filme Dois Córregos a Locarno, faz parte, desta vez, do júri da competiçao de filmes vídeo, Cineastas do Presente, onde compete outro brasileiro, Jean Claude Bernardet, com o video Sobre os Anos 60.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.