Prêmio César vai para "L´Esquive" e "Encontros"

L´Esquive, do cineasta francês de origem tunisiana Abdellatif Kechiche, ganhou neste sábado o César - o Oscar do cinema francês - de melhor filme e melhor diretor, tornando-se o grande vencedor da noite, com quatro estatuetas. A cerimônia de entrega dos Prêmios César ocorreu neste sábado, no teatro Chatelet, de Paris, aberta pela atriz Isabelle Adjani, que também entregou o prêmio de melhor filme a Kechiche. O cineasta recebeu das mãos do colega espanhol Pedro Almodóvar o troféu de melhor diretor.Kerchiche agradeceu, citando um provérbio em árabe e em francês e se tornou a grande surpresa da noite, já que os favoritos eram Jean Jean-Pierre Jeunet ("Amelie Poulin"), por Un Long Dimanche de Fiançailles e Christophe Barratier, por Les Choristes. L´Esquive conta uma história urbana, sobre a vida em um bairro das cercanias de Paris (banlieu), onde um jovem imigrante cujo pai está preso sonha em fugir com a mãe em um veleiro. Além do César de melhor filme e diretor, o filme ganhou os prêmios de melhor atriz debutante, para Sara Forestier e melhor roteiro, para Kechiche e Ghalya Lacroix. Encontros e Desencontros, de Sofia Coppola, conquistou o César de melhor filme estrangeiro, desbancando o brasileiro Walter Salles que competia com Diários de Motocicleta e o mexicano Alejandro González Iñárritu, com 21 Gramas.César relega favoritos - O grande favorito para levar o prêmio de melhor filme era Un Long Dimanche de Fiançalles, a segunda produção mais cara da história do cinema francês, mas teve que se conformar com as cinco estatuetas conquistadas: melhor ator revelação (Gaspard Ulliel), atriz coadjuvante (Marion Cotillard), figurino, fotografia e cenário. Outro favorito da noite, Les Choristes ficou apenas com os prêmios de melhor música e som.Yolande Moreau ganhou o César de melhor atriz do cinema francês por sua interpretação em Quand la Mer Monte, filme que co-dirigiu com Gilles Porte. Este foi o segundo César do longa, uma produção independente que também ganhou a estatueta de melhor filme de estréia, e consagrou-se como mais uma surpresa da cerimônia.O César de melhor ator ficou com Mathieu Amalric por sua interpretação em Rois et Reine, de Arnaud Desplechin.O prêmio de melhor filme da União Européia foi dividido entre Fond Kiss..., Ae, do britânico Ken Loach e Zivot je Cudo, do bósnio Emir Kusturica, que empataram em primeiro lugar, de acordo com a votação dos jurados. Um concorrente de peso nesta categoria era o cineasta espanhol Pedro Almodóvar, com Má Educação.O ator norte-americano Will Smith ganhou o César de honra da noite, "prefiro estar aqui do que na cerimônia do Oscar", disse, ao receber o troféu das mãos da atriz italiana Monica Bellucci.Veja relação dos principais prêmios: Filme: "L´Esquive", de Abdellatif Kechiche Diretor: Abdellatif Kechiche, por L´EsquiveAtriz: Yolande Moreau, por Quand la Mer Monte Ator: Mathieu Amalric, por Rois et ReinesAtriz coadjuvante: Marion Cotillard, por Un Long Dimanche de FiançaillesAtor coadjuvante: Clovis Cornillac porMensonges et trahisons et Plus si Affinités, de Laurent TirardAtriz revelação: Sara Forestier, por L´EsquiveAtor revelação: Gaspard Ulliel, por Un Long Dimanche de FiançaillesFilme estrangeiro: Encontros e Desencontros, de Sofia CoppolaFilme Europeu: Fond Kiss..., Ae (Apenas um Beijo) de Ken Loach e Zivot je Cudo (A Vida é um Milagre) de Emir KusturicaRoteiro original ou adaptado: L´EsquiveFilme de estréia: Quand la Mer Monte, de Gilles Porte e Yolande Moreau

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.