Chris Pizzello/ AP
Chris Pizzello/ AP

Polícia de Nova York planeja emitir mandado de prisão contra Harvey Weinstein

Cineasta é acusado de estupro pela atriz Paz de la Huerta; Investigadores dizem que denúncia é "credível"

Associated Press

03 de novembro de 2017 | 18h48

O Departamento de Polícia de Nova York afirmou nesta sexta-feira, 3, que está coletando evidências para emitir um mandado de prisão contra o cineasta Harvey Weinstein. O figurão de Hollywood é acusado de estuprar a atriz Paz de la Huerta em 2010. Investigadores afirmam que denúncia é "credível".

Segundo o delegado Robert Boyce, que chefia as investigações contra Weinstein, os policiais coletaram vários depoimentos de Paz de la Huerta, que acusa Weinstein de tê-la estuprado duas vezes no apartamento em que morava, em Nova York. Os policiais afirmam que a história é verídica e corroborada por outras informações do caso.

+ Polícia de Los Angeles investiga Harvey Weinstein por denúncias de estupro

+ Denúncias contra Harvey Weinstein por abuso sexual escancaram hipocrisia de Hollywood

+ Mais uma mulher acusa Harvey Weinstein de agressão sexual

+ Ex-assistente de Weinstein recebeu 140 mil euros por silêncio após assédio

Durante a declaração, Boyce afirmou que se Weinstein estivesse em Nova York e se a denúncia fosse recente, a polícia "iria prendê-lo imediatamente, sem dúvidas". No entanto, como o cineasta está em outro Estado americano e a acusação é datada de 2010, os investigadores irão coletar evidências antes de emitir um mandado de prisão.

Hearvey Weinstein e seus advogados ainda não comentaram a declaração.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.