EFE/ Alba Vigaray
EFE/ Alba Vigaray

Plácido Domingo participa de novo filme que ajuda a combater o câncer infantil

O tenor e maestro espanhol participa do filme ‘Los Rodríguez y el más allá’, que será lançado em 2019

Agência EFE

11 Outubro 2018 | 16h48

Quando soube que parte do dinheiro arrecadado pelo filme ‘Los Rodríguez y el más allá’ será destinado a crianças com câncer, Plácido Domingo não teve dúvidas de que participaria do longa-metragem. Aos 77 anos, o cantor continua envolvido em diversos projetos e deu uma entrevista à Agência EFE sobre seu papel no filme dirigido por Paco Arango.

“Paco Arango entrou em contato comigo e me explicou que, antes de mais nada, a razão pela qual ele faz filmes é seu grande altruísmo e seu interesse em ajudar crianças e adolescentes a quem a vida não tratou muito bem desde o nascimento”, explica Domingo. “‘Com certeza’, disse a ele. ‘Diga-me do que se trata e eu estarei com vocês’”, completa.

Com seu último filme, ‘Lo que de verdad importa’, o diretor doou US$ 4 milhões a crianças e adolescentes com câncer. Segundo Arango, ‘Los Rodríguez y el más allá’ é uma comédia que vai percorrer o mundo com um propósito muito importante: o de fazer rir e contribuir com a luta contra o câncer infantil por todo o mundo.

O longa conta a história dos Rodríguez, uma família com uma vida comum que sofre uma reviravolta ao descobrir que o falecido avô era de outro planeta e deixou uma porta cósmica aberta na casa da família, dando acesso ao seu verdadeiro mundo.

A partir da descoberta o caos toma conta da família que, além de ter que lidar com poderes inumanos que não sabe controlar, precisa fechar o acesso ao planeta desconhecido, antes de ficarem presos para sempre no “mais além” do título.

No filme, o cantor Plácido Domingo faz o papel do avô dos Rodríguez, o que ele considera “uma participação muito divertida.” Para ele, o filme é muito criativo e foi feito para todas as idades. “É um filme para todas as gerações, desde os avós até os netos. [Atualmente] fazem tantos filmes por ano... Muitos são extraordinários, outros com violência demais. (...) Este diverte e também ensina”, garante.

Além do cantor, o filme conta ainda com os atores Edu Soto, Santiago Segura, Rossy de Palma, Geraldine Chaplin, Mariana Treviño e Omar Chaparro, e será distribuído na Espanha, na América Latina e nos Estados Unidos.

Para Domingo, por mais que o filme seja sobre fantasia e ficção científica, a história talvez não esteja tão longe da realidade. “Não sabemos se outro planeta está nos observando, se há seres humanos ou não. Outro dia estavam falando que parece que descobriram um novo planeta, portanto isto pode ser ficção científica ou não. Pode ser também que exista”, opina o cantor.

Mais conteúdo sobre:
Placido Domingocâncer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.