Pirataria de 'Tropa de Elite' é vingança à polícia, diz Padilha

'Existe um grande ressentimento no Brasil em relação à polícia', diz José Padilha no Festival de Cinema de Berlim

Efe,

08 Fevereiro 2012 | 21h25

O diretor do filme Tropa de Elite, José Padilha, disse nesta terça-feira, 12, que as mais de 11 milhões de pessoas que assistiram a uma cópia pirata de seu longa antes da estréia oficial nos cinemas fizeram isso "por vingança contra a polícia".   Veja também: Festival de Berlim dá a largada, com 'Tropa de Elite' na disputa   "Existe um grande ressentimento no Brasil em relação à polícia, que extorque, tortura, aceita suborno e mata com impunidade", disse Padilha.   O cineasta se mostrou surpreso com o fenômeno que o filme se tornou no Brasil e brincou dizendo que "se você quer que alguém fique com muita vontade de ver alguma coisa, basta proibi-la".   Outro motivo para o sucesso, segundo Padilha, poderia ser o fato de que até agora "nenhum longa-metragem tinha falado da guerra das favelas do lado de dentro da corporação".   Tropa de Elite ainda continua sendo alvo de um complexo processo judicial, denunciado pela Polícia Militar do Rio de Janeiro, corporação da qual, de acordo com o cineasta, "dois terços ou 30 mil agentes são corruptos" .   O diretor disse que acha "ridículo" que peçam a ele para justificar a inclusão de cenas de violência no filme - "mostramos a tortura como ela é" - e considera que a rapidez e a intensidade com que a ação é narrada faz o espectador "continuar pensando nisso".   Padilha, que já retratou a visão dos meninos de rua no documentário Ônibus 174, disse que seu próximo projeto abordará o conflito das favelas da perspectiva do governo, que seria o "gerador de toda a espiral de violência que não tem caráter político".   Tropa de Elite concorre ao Urso de Ouro do Festival de Cinema de Berlim (Berlinale).

Mais conteúdo sobre:
Tropa de EliteBerlinale

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.