Pinewood planeja abrir estúdio na República Dominicana

Estúdios britânicos de cinema e televisão querem investir no mercado latino-americano

EFE

23 de fevereiro de 2011 | 13h49

Os estúdios britânicos de cinema e televisão Pinewood Shepperton, associados aos filmes de James Bond, planejam abrir uma sede na República Dominicana para investir no mercado latino-americano.

A empresa anunciou nesta quarta-feira um projeto para a construção de um complexo de 35 acres (140 mil metros quadrados) no país da América Central que incluirá, entre outros espaços, um local dedicado a efeitos especiais aquáticos de 8 acres (32 mil metros quadrados).

O diretor-executivo da Pinewwod Shapperton,Ivan Dunleavy, declarou à emissora BBC que a construção da nova sede latino-americana começará imediatamente e que a companhia espera começar a utilizá-la no próximo ano.

"O projeto representa um grande progresso na estratégia de Pinewood para aproveitar a força da marca no mercado internacional, e especialmente no latino, que a cada dia cresce com maior força no setor do cinema e da televisão", afirmou Dunleavy.

Conforme o citado canal, o presidente dominicano, Leonel Fernández, assistirá à pedra fundamental do novo centro cinematográfico na próxima quarta-feira.

A Pinewood tentou em 2009 construir um grande centro de produção no Reino Unido no qual pretendiam reproduzir ruas inteiras de Nova York, Paris e Veneza, um projeto que ficou suspenso após a negativa da Prefeitura de Buckinghamshire, região onde pretendiam levantar o complexo.

Tudo o que sabemos sobre:
Pinewood

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.