Petrobras vai investir mais R$ 15 mi em cinema

A BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, confirma sua tradição de acreditar no cinema brasileiro. A empresa anunciou que vai investir R$ 15 milhões nos próximos dois anos, tanto na produção de filmes quanto na revitalização de salas e preservação do patrimônio. Segundo o presidente da empresa, Luiz Antônio Viana, o cinema é um bom investimento, desde que as empresas saibam selecionar os projetos. "Associar o nome da BR Distribuidora a um filme de qualidade garante boa credibilidade", diz.O projeto da BR é ambicioso. Começou no Rio, com o anúncio da restauração do tradicional Cine Odeon, na Cinelândia, que será modernizado para abrigar festivais e bons filmes. "Era um cinema maravilhoso, representante da época de ouro da Cinelândia, e que não merecia o estado de abandono em que se encontrava", argumenta Viana. Ele garante que, no fim da reforma, o carioca terá uma sala de 800 lugares, projetada com o que há de mais moderno, mas sem perder o velho charme. "A tela terá cortinas que se abrirão antes da projeção e um gongo para anunciar o início da sessão." O projeto de restauração do Odeon está orçado em R$ 1 milhão.Em São Paulo, a empresa está investindo no novo depósito de matrizes da Cinemateca Brasileira, totalmente climatizado, dotado de rigoroso controle de temperatura e umidade. "É uma maneira de garantir que nosso patrimônio cultural seja preservado e as futuras gerações possam assistir aos filmes que ajudamos a produzir", afirma Viana. O depósito está recebendo R$ 250 mil para as obras de finalização. Depois de pronto, terá capacidade para 160 mil rolos, algo em torno de 40 mil filmes, e vai contar com requintes, como uma ante-sala de dez metros quadrados, com temperatura intermediária, para que os filmes não sofram choque térmico.A BR Distribuidora também vai restaurar antigos clássicos no cinema nacional, patrocinando sua exibição no Canal Brasil (Net/Sky). Uma vez por mês, o canal promoverá uma sessão denominada Cinemateca BR, que exibirá filmes restaurados pela empresa. A estréia será no dia 12, com Sinhá Moça, produção da antiga companhia cinematográfica Vera Cruz. Além disso, a emissora exibirá semanalmente um filme recente que tenha recebido o patrocínio da empresa, sempre aos sábados, na sessão Cine BR.Filmes - Parte significativa do investimento da empresa é destinado à produção de filmes. Quatro projetos já estão aprovados, todos feitos por nomes de peso do cinema brasileiro. São Estação Carandiru, que será dirigido por Hector Babenco (Pixote e Coração Iluminado, este último também patrocinado pela BR), baseado no bem-sucedido livro do médico Dráusio Varela; Olga, que será dirigido por Luis Fernando Carvalho, baseado no livro de Fernando Morais; Amor e Outros Objetos Pontiagudos, projeto de Beto Brant (Os Matadores e Ação Entre Amigos) e Desmundo, que será dirigido por Alain Fresnot (Castelo Rá-Tim-Bum).A esperança de Viana é de que eles se tornem bons filmes e façam sucesso. "Optamos por projetos de empresas idôneas e tenho certeza que, agindo assim, os resultados aparecem", conta o diretor. A Petrobras Distribuidora firmou-se como grande patrocinador desde 1994, quando passou a investir em cinema. A partir de então, já contabiliza 50 longas-metragens no currículo. Também receberam verba projetos como Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodansky; Pelé, o Atleta do Século, e O Cangaceiro, ambos de Aníbal Massaini Neto; O Dono do Mar, de Odorico Mendes; A Pedrada, de José Zaragoza, diretor que já teve o patrocínio da empresa em Até Que a Vida nos Separe, entre outros.Viana garante que a BR Distribuidora pretende investir no cinema brasileiro a longo prazo. "Não estamos com o cinema por acaso, pois sabemos que os resultados desse tipo de política vêm com o tempo." Ele fala com a experiência de quem trabalhou no Grupo Pão de Açúcar, não por coincidência no período em que essa empresa mais investiu em cinema. "Acreditamos que uma grande empresa tem por obrigação investir em cultura."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.