Petrobrás investe forte em cinema no Rio

A Petrobrás Distribuidora anunciou ontem que irá destinar R$ 5 milhões para três projetos específicos na área de cinema. Trata-se da restauração do cinema Odeon, no centro da cidade, e a criação de um centro de memória da produção audiovisual no local; uma parceria com o Canal Brasil, da Globosat, que implicará na recuperação de filmes e produção de making offs; e o patrocínio integral durante três anos do Festival de cinema do Rio, que agora passará a se chamar Festival do Rio BR."Queremos que o público associe cinema à marca BR Distribuidora", disse o presidente da subsidiária da Petrobrás, Luiz Antônio Viana. A BR investe cerca de R$ 20 milhões por ano em patrocínio e 40% vão para área de cinema. "Desde o nosso primeiro filme, Carlota Joaquina, em 1994, já alcançamos a marca de 63 títulos, contribuindo atráves da Lei do Audiovisual."Assim como a Petrobrás - empresa a qual pertence -, a BR Distribuidora divide seus patrocínios entre cultura, esporte e ecologia. Somadas as verbas que as duas empresas destinaram à cultura no ano passado, chega-se à cifra de R$ 17 milhões, quase o dobro do banco Bradesco, segundo colocado nesse ranking.

Agencia Estado,

07 de dezembro de 2000 | 20h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.