Paródia desbanca o cinema de horror

Jason, Freddy Krueger e até o psicopata Leatherface e sua serra elétrica voltaram com sucesso às bilheterias. Agora é a vez da série Todo Mundo em Pânico, paródia dos filmes de horror, emplacar mais um hit no ranking dos cinemas americanos. O terceiro título da série estreou em primeiro lugar nas bilheterias, desbancando O Massacre da Serra Elétrica. De sexta a domingo, faturou US$ 49,7 milhões - é a melhor estréia de toda a história para o mês de outubro.Todo Mundo em Pânico é o besteirol do terror. O primeiro filme, de 2000, foi estrelado pela bela Carmen Electra, e faturou US$ 157 milhões. É mais do que qualquer outro filme dirigido por um afro-americano - Keenan Ivory Wayans. Mas a seqüência, no ano seguinte, não emplacou, e o faturamento caiu pela metade.Para ressuscitar a série, a Miramax chamou o diretor David Zucker, que trabalhou em Top Secret e Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu. Para o elenco, o estúdio chamou uma campeã de mídia, Pamela Anderson, que recentemente declarou ter no máximo 15 anos de vida. E para turbinar ainda mais a série, conseguiu que Todo Mundo em Pânico 3 ganhasse uma classificação etária mais leve que os dois primeiros títulos, garantindo a entrada de uma legião de adolescentes que só puderam assistir aos primeiros filmes na TV. O sucesso garantiu o nome de Zucker à frente da quarta produção da série, prevista para o ano que vem.O segundo lugar do ranking neste fim de semana ficou com o O Massacre da Serra Elétrica, que liderou o último levantamento. A matança promovida por Leatherface faturou mais US$ 14,7 milhões. Em terceiro, com US$ 14 milhões, aparece Radio, com o astro Cuba Gooding Jr.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.