Paris Hilton vai a Toronto mostrar documentário sobre sua vida

Não é fácil ser Paris Hilton, semprefotografada pelos paparazzi ao fazer coisas tão comuns quantopedir um hambúrguer no carro. "Paris, Not France", documentário sobre a vida de Hilton,estreou na terça-feira no festival de cinema de Toronto. Àprimeira vista, parece não ser divertido estar na pele dacelebridade de 27 anos. O filme da diretora Adria Petty, filha do roqueiro TomPetty, mostra Hilton "trabalhando" nos tapetes vermelhos e emcasa, com sua família e amigos. Petty passou um anodocumentando a vida de Hilton. O filme é bastante simpático à herdeira, vista por algunscomo uma menina rica e mimada sem talento nenhum, mas adoradapor seus fãs leais. Ela fala abertamente sobre seu infame vídeo de sexo, sobreestar sob o alvo da mídia, seus críticos e seus fãs. Pettysegue Hilton enquanto ela promove vários produtos que levam seunome, como perfumes, filmes, programas de TV, um livro e umdisco. Tudo o que ela faz vira notícia e ser Paris Hilton pareceser um negócio 24 horas. Em uma das cenas, uma maquiadoraprepara Hilton para uma aparição pública -- enquanto ela dorme. Entrevistas com seus pais, Rick e Kathy Hilton, a irmãNicky e outros famosos, como Donald Trump e a feminista CamillePaglia, mostram diferentes visões sobre o membro mais famoso dafamília que fundou a rede de hotéis. Antes da exibição do documentário, Petty agradeceu Hilton,que estava na platéia, por seu "humor, juízo, confiança e porme levar na jornada mais incrível da minha vida".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.