Photo by Jean-Baptiste Lacroix / AFP)
Photo by Jean-Baptiste Lacroix / AFP)

'Parasita' vence como melhor elenco no SAG e se prepara para o Oscar

Filme sul-coreano esteve entre os vencedores, ao lado de Brad Pitt, as séries 'The Crown' e 'Game of Thrones'; veja lista completa

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2020 | 08h07

A corrida pelo Oscar de melhor filme inesperadamente embolou com a vitória do sul-coreano Parasita, na premiação da Associação dos Atores, a Screen Actors Guild (SAG), na noite de domingo, em Los Angeles. O longa dirigido por Bong Joon Ho levou o troféu de melhor elenco, correspondente a melhor produção. Com isso, 1917, que havia conquistado a preferência do Sindicato dos Produtores, ganha um concorrente à altura na disputa da estatueta da Academia.

Parasita, cujo elenco foi ovacionado com um aplauso de pé da plateia presente ao Shrine Auditorium, derrotou O Escândalo, O Irlandês, Jojo Rabbit e Era Uma Vez... em Hollywood. “Embora o título seja Parasita, a história é sobre coexistência e como todos podemos viver juntos”, disse Song Kang Ho, uma das estrelas do filme, auxiliado por um tradutor. Curiosamente, nenhum ator do longa está entre as seis indicações recebidas para o Oscar, cuja cerimônia acontece no dia 9 de fevereiro.

Outra estrela da noite do SAG foi Brad Pitt, eleito o melhor ator coadjuvante por Era Uma Vez... em Hollywood, portanto, grande candidato à estatueta da Academia. Depois de confessar que estava com gripe, Pitt olhou para seu prêmio e disse: “Tenho de adicionar isso no meu perfil do Tinder”. Em seguida, acrescentou, falando sobre seu papel: “Vamos ser honestos, foi uma parte difícil. Um cara que fica chapado, tira a camisa e não se dá bem com a esposa. Foi um grande momento”.

Laura Dern foi eleita a melhor atriz coadjuvante, por História de um Casamento, enquanto na linha principal os favoritos Renée Zellweger (Judy) e Joaquin Phoenix (Coringa) confirmaram as apostas. Phoenix, aliás, dedicou seu prêmio a seu antecessor no papel: “Estou aqui nos ombros de meu ator favorito, Heath Ledger”, disse ele, referindo-se ao colega que morreu em 2008, aos 28 anos, ganhador de um Oscar póstumo como melhor coadjuvante por Batman: O Cavaleiro das Trevas.

Na briga entre as empresas de streaming, a surpresa ficou por conta da vitória de Jennifer Aniston como melhor atriz em série dramática, por The Morning Show – o programa é da Apple+, serviço lançado há pouco mais de dois meses. 

Confira a lista completa de vencedores:

 

Melhor elenco em filme

O Escândalo

O Irlandês

Jojo Rabbit

Era Uma Vez... em Hollywood

Parasita (Vencedor)

 

Melhor ator em filme

Christian Bale, por Ford vs. Ferrari

Leonardo DiCaprio, por Era uma Vez em Hollywood

Adam Driver, por História de um Casamento

Taron Egerton, por Rocketman

Joaquin Phoenix, por Coringa (Vencedor)

 

Melhor atriz em filme

Cynthia Erivo, por Harriet

Scarlett Johansson, por História de um Casamento

Lupita Nyon'go, por Nós

Charlize Theron, por O Escândalo

Renée Zellweger, por Judy (Vencedora)

 

Melhor ator coadjuvante em filme

Jamie Foxx, por Just Mercy

Tom Hanks, por Um Belo Dia na Vizinhança

Al Pacino, por O Irlandês

Joe Pesci, por O Irlandês

Brad Pitt, por Era Uma Vez em Hollywood (Vencedor)

 

Melhor atriz coadjuvante em filme

Laura Dern, por História de um Casamento (Vencedora)

Scarlett Johansson, por Jojo Rabbit

Nicole Kidman, por O Escândalo

Margot Robbie, por O Escândalo

Jennifer Lopez, por As Golpistas

 

Melhor performance de ação por um conjunto de dublês em filme

Vingadores: Ultimato (Vencedor)

Ford vs. Ferrari

O Irlandês

Coringa

Era uma Vez...em Hollywood

 

Melhor elenco em série cômica

Barry

Fleabag

The Kominsky Method

The Marvelous Mrs. Maisel (Vencedor)

Schitt's Creek

 

Melhor elenco em série dramática

Big Little Lies

The Crown (Vencedor)

Game of Thrones

The Handmaid's Tale

Stranger Things

 

Melhor ator em série cômica

Alan Arkin, por The Kominsky Method

Michael Douglas, por The Kominsky Method

Bill Hader, por Barry

Andrew Scott, por Fleabag

Tony Shalhoub, por The Marvelous Mrs. Maisel (Vencedor)

 

Melhor atriz em série cômica

Christina Applegate, por Dead to Me

Alex Borstein, por The Marvelous Mrs. Maisel

Rachel Brosnahan, por The Marvelous Mrs. Maisel

Catherine O'Hara, por Schitt's Creek

Phoebe Waller-Bridge, por Fleabag (Vencedora)

 

Melhor ator em série dramática

Sterling K. Brown, por This is Us

Steve Carell, por The Morning Show

Billy Crudup, por The Morning Show

Peter Dinklage, por Game of Thrones (Vencedor)

David Harbour, por Stranger Things

 

Melhor atriz em série dramática

Jennifer Aniston, por The Morning Show (Vencedora)

Elisabeth Moss, por The Handmaid's Tale

Jodie Comer, por Killing Eve

Helena Bonham Carter, por The Crown

Olivia Colman, por The Crown

 

Melhor ator em minissérie ou filme para a TV

Mahershala Ali, por True Detective

Russell Crowe, por The Loudest Voice

Jared Harris, por Chernobyl

Jharrel Jerome, por Olhos que Condenam

Sam Rockwell, por Fosse/Verdon (Vencedor)

 

Melhor atriz em minissérie ou filme para TV

Patricia Arquette, por The Act

Toni Collette, por Unbelievable

Joey King, por The Act

Emily Watson, por Chernobyl

Michelle Williams, por Fosse/Verdon (Vencedora)

 

    Melhor performance de ação por um conjunto de dublês em uma série de comédia ou drama

    Game of Thrones (Vencedor)

    GLOW

    The Walking Dead

    Stranger Things

    Watchmen

     

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.