Para quem adora cinema fantástico: <i>A Scanner Darkly</i>

O escritor americano Philip K. Dickrevela cada vez mais sua condição de visionário. Morto em 1982,ele deixou uma farta obra de ficção científica, que vemalimentando constantemente o cinema. Foi assim com BladeRunner, Minority Report e, agora, com A Scanner Darkly, queos fãs de carteirinha do cinema fantástico não podem perder nesta sexta-feira, na 30.ª Mostra de Cinema São Paulo. Baseado em um dos livros mais insólitos do autor, OHomem Duplo, o filme é dirigido por Richard Linklater,consagrado por Antes do Amanhecer (1994) e Antes doPôr-do-Sol (2004). Ele convocou Keanu Reeves, Winona Ryder,Woody Harrelson e Robert Downey Jr. para contar uma história quese passa num futuro em que os EUA perderam a guerra contra asdrogas. Neste cenário, o policial Fred (Keanu Reeves) é um dosmuitos agentes que cederam ao vício de uma popular substânciaquímica, que divide a personalidade dos usuários em duas. Asituação se complica quando o alter ego de Fred, o traficanteconhecido como Bob, passa a ser caçado pelo segmento da políciacomandado pelo próprio Fred. Além do próprio roteiro, insólito, o diferencial dofilme está em sua técnica: A Scanner Darkly foi inteiramentefeito usando a técnica da rotoscopia, em que atores são filmadose transformados em animação a partir de seus movimentosoriginais. O formato não é novidade para Linklater, que usou amesma técnica em Waking Life (2001), animação cabeça em quediferentes personagens discutem o sentido da vida. O resultadopermite a existência de um personagem que, a cada segundo,adquire um tipo físico diferente, seja de homem ou mulher,mantendo apenas a mesma voz. O mais assustador na história criada por Dick é que,embora publicada em 1977, carrega uma trama plenamente atual aomostrar como a droga afeta a percepção do homem. E como asconvicções individuais parecem confusas. A Scanner Darkly (2006, 100 min.) - Reserva Cultural. AvenidaPaulista, 900, (11) 3287-3529. Hoje, 17h10

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.