Pamela Anderson e cantor Kid Rock se divorciam

A ex-estrela da série Baywatch Pamela Anderson e o cantor Kid Rock se divorciaram, quatro meses após oficializarem a união a bordo de um iate ancorado na costa francesa, em St. Tropez. A porta-voz de Pamela, Ann Gurrola, não quis comentar os motivos da separação, mas Pamela e Rock alegaram "irreconciliáveis diferenças" nas petições do divórcio, assinadas na segunda-feira, em Los Angeles. "Sim, é verdade. Infelizmente, impossível", escreveu a ex-modelo em seu site oficial. Rock e Pamela estavam juntos há cerca de seis anos, mas em 2002 tinham se separado. Em julho, ela escreveu em seu diário online que estava "apaixonada" e planejando se casar. Após cerimônia realizada em iate em St. Tropez, os dois registraram o casamento em cartório de Beverly Hills, em 3 de agosto, e comemoraram novamente a união com uma festa em Nashville, no dia 17 de agosto. Pamela, de 39 anos, e seu primeiro marido, a estrela de rock Tommy Lee, se divorciaram em 1998 depois de três anos juntos. Eles tiveram dois filhos, Brandon, de 10 anos, e Dylan, de 8 anos. A atriz participa do filme Borat: Cultural Learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan (Os Ensinamentos Culturais da América para o Benefício da Nação Gloriosa do Casaquistão, em tradução livre do inglês), atualmente em cartaz nos EUA. O filme, estrelado pelo comediante inglês Sacha Baron Cohen, estourou no país, liderando a lista dos campeões de arrecadação por duas semanas consecutivas. Kid Rock, de 35 anos, cujo nome real é Robert Ritchie, tem um filho de 13 anos, Bob Jr.

Agencia Estado,

28 Novembro 2006 | 10h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.