Oscar para coadjuvantes será muito disputado

Nomes importantes de Hollywood disputameste ano os Oscars de melhores coadjuvantes. Por conta deveteranos como Paul Newman a "queridinhos" como Tom Hanks, deestrelas como Catherine Zeta-Jones a atrizes consagradas comoJulianne Moore, a disputa pelos prêmios promete ser intensa. Osindicados saem apenas em 11 de fevereiro, mas o buzz sobre osnomes mais cotados para concorrer às estatuetas já começou.Para o prêmio de melhor ator coadjuvante, Ed Harris, de "TheHours", e Chris Cooper, de "Adaptação", parecem ser os commais chances de receber uma indicação. A competição é grande,talvez a maior da próxima festa do Oscar, por conta de uma sériede papéis memoráveis. Harris interpreta um sujeito que sofre deum estado avançado da aids e recebe cuidados de sua ex-mulher,personagem de Meryl Streep. Cooper está ótimo no papel doexcêntrico "caçador" de orquídeas raras que é um dospersonagens esquisitos do filme de Spike Jonze.Corre por fora no páreo Dennis Quaid, por "Longe do Paraíso".Sua indicação pode ser a consagração por uma série de sucessosnas telas nos últimos tempos. O ator de "Um Domingo Qualquer"e "The Rookie" está na melhor fase de sua carreira. Outrosfavoritos são Hanks e Newman, de "Estrada para Perdição". Umjá concorreu cinco vezes na categoria de melhor ator e ganhouduas, por "Philadelphia" e "Forrest Gump", em 1994 e 1995. Ooutro veterano já disputou nove Oscars e levou para casa doisdeles, os de melhor ator por "A Cor do Dinheiro", em 1987, e"O Indomável ? Assim É Minha Vida", em 1995. O sentimento geral pode ser de que as indicações devem ficar com atores veteranos que nunca tenham concorrido ao prêmio, noentanto. Fazem parte desta turma Ray Liotta ("Narc"), AlfredMolina ("Frida") e John C. Reilly ("Chicago"), além deCooper e Quaid. Harris, Hanks e Newman teriam menos chances, masa história sugere que Hollywood gosta de nomes consagrados. Entre as mulheres, as principais concorrentes por uma vaga nacategoria de melhor atriz coadjuvante são, até agora, KathyBates, por "About Schmidt", e Catherine Zeta-Jones, de"Chicago". Uma rouba a cena de ninguém menos que JackNicholson e garante momentos muito engraçados no papel de umadivorciada excêntrica. A outra canta e dança ? muito bem ? nomusical e prova que é uma das principais estrelas da novageração de Hollywood.Outros nomes cotados para uma indicação são os de Cameron Diaz,por "Gangues de Nova York", Patricia Clarkson, por "Longe doParaíso", e Moore, que pode receber dupla indicação, de melhoratriz coadjuvante por "The Hours" e principal por "Longe doParaíso". Outra séria candidata a uma dobradinha é a veteranado Oscar Meryl Streep, que tem chances de sair com indicaçõespara "Adaptação", como melhor atriz coadjuvante, e "TheHours", como melhor atriz. Ela já disputou o prêmio doze vezese ganhou dois: o de melhor atriz coadjuvante em "Kramer vs.Kramer" (1980) e o de melhor atriz em "A Escolha de Sofia"(1983).

Agencia Estado,

01 de janeiro de 2003 | 16h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.