Oscar: <i>Labirinto do Fauno</i> recebe os primeiros prêmios

A apresentadora Ellen DeGeneres abriu a cerimônia com um terno de veludo cor de vinho, camisa branca e tênis branco, dizendo que a 79.ª cerimônia de entrega do Oscar, o prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, era especialmente importante para ela, pois significava a realização de um sonho de criança. Comparou seu sonho ao do público: "Acho que a maioria das pessoas aqui sonha em ganhar um Oscar, mas o meu sonho era apresentar o Oscar", destacando ser um desejo menor, porém importante. Lembrou que este ano tinha como marco o grande número de indicações para o México, o Japão também está representado, "acho que eu vejo alguns americanos também, falo das pessoas que estão preenchendo os assentos e ninguém faz isso melhor do que um americano, vários indicados britânicos. Meu trabalho é fazer com que vocês relaxem e esqueçam que ou vocês ganham tudo ou perdem tudo. Sugere que os discursos sejam pequenos e inventivos". Ellen citou algumas pessoas presentes na platéia, como a pequena Abigail Breslin, a mais novinha de todos, e o veterano Peter O´Toole, em sua oitava indicação, Jennifer Hudson em sua estréia, Leonardo DiCaprio: "Achei que as mulheres iam gostar de olhar pra o rosto dele na televisão, por isso o chamei agora". "Que noite maravilhosa, marcando a diversidade em um ano em que aconteceram coisas tão negativas sobre raças e eu diria até que sem gays e pretos não existiria o Oscar. Enquanto Ellen está no palco entra um coral gospel para separar a apresentação do anúncio do primeiro prêmio da noite.O primeiro prêmio foi para direção de arte, apresentado por Nicole Kidman, com um longo vermelho, e o novo James Bond, Daniel Craig. O vencedor foi Eugenio Caballero pelo filme O Labirinto do Fauno, do mexicano Guillermo Del Toro. O trabalho competiu com Dreamgirls - Em Busca de Um Sonho, O Bom Pastor, Piratas do Caribe - O Baú da Morte e O Grande Truque.Mágicos"Algumas semanas atrás me encontrei com muitos mágicos. Foi o jantar da Academia para os magos da tecnologia, em que foram discutidos os grandes avanços das indústrias cinematográficas. Foi uma noite incrível", disse a atriz Maggie Gyllenhaal, antes que o grupo de dança Pilobolus subisse ao palco para uma breve apresentação.Will Ferrell, famoso por atuar em comédias e o também comediante Jack Black subiram ao palco para satirizar o fato de que a Academia raramente prestigia atores do gênero. Os dois chamaram a atenção de astros que concorrem a prêmios como Leonardo DiCaprio, Peter O´Toole e Helen Mirren. Depois da farra, a indicação ao Oscar de melhor maquiagem. O vencedor foi novamente O Labirinto do Fauno. David Marti e Montse Ribe receberam a estatueta e agradeceram ao diretor do filme, o mexicano Guillermo Del Toro.As duas crianças que participam dos filmes Abigail Bresnan e o pequeno Jaden Smith apresentaram o prêmio para animação de curta-metragem, que foi para o filme dinamarquês The Danish Poet, que competiu com Lifted, The Little Matchgirl, Maestro, No Time for Nuts. Torill Kove subiu ao palco e agradeceu aos produtores, o livro que a inspirou e todos que a ajudaram a fazer o filme. "Vocês sabem que são, eu sei quem vocês são. Muito obrigada".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.